Acidente tira Edson Magnett e Rodrigo Borges do primeiro dia de Transparaná

25 de janeiro de 2011

A equipe Magnett Racing, da categoria master, não teve tempo nem de acelerar no primeiro dia do Raid Transparaná, que começou nesta segunda-feira (24), em Guaira, no Paraná. Após 20 minutos de prova, um incidente tirou a equipe de Curitiba das duas primeiras etapas da competição. A equipe de apoio trabalhou rápido e a dupla Edson Magnett e Rodrigo Borges largou hoje pela manhã (25), de Cascavel com destino a Campo Mourão.

O carro 28 teve o pneu rasgado e o câmbio de marchas encavalado na passagem por um buraco. “Foi uma fatalidade. Chegamos muito perto do carro da frente, que estava atrasado. Mesmo não sendo uma manobra comum, tentamos uma ultrapassagem porque as médias de velocidade estavam justas e não podíamos perder tempo. Quando tirei o carro de lado, caímos em uma boca de lobo, um buraco que fica escondido em meio da mata rala”, contou o piloto Edson Magnett.

Os mecânicos da equipe trabalharam até a noite de segunda-feira no conserto dos estragos, mas conseguiram devolver a carro para a equipe disputar as duas etapas do segundo dia de Transparaná, que tem quase 9 horas de prova, percorrendo 310 quilômetros de Cascavel a Campo Mourão, passando também pelas cidades de Braganey, Ubiratã e Mambore.

“Mesmo ficando de fora das primeiras etapas, vamos correr atrás do prejuízo, já que temos um descarte a fazer. Outros competidores de ponta também tiveram problemas mecânicos e não pontuaram. Além disso, acredito que teremos muitas alterações na classificação com o alto nível técnico que tem a prova. Em uma única etapa os pilotos de ponta podem despencar na classificação como os que estão em baixo podem subir para as cabeças”, lembra o piloto.

A equipe Magnett Racing é patrocinada pela OR Capas Automotivas e Vidi Importados e tem o apoio da Copiadora Nicarágua, Academia Estilo de Vida, Acival Multimarcas e Destak Hospitalares.

Foto: Divulgação.