Piocerá apresenta prova de elevada qualidade técnica

27 de janeiro de 2011

O 3° dia do Rally Piocerá ferveu, literalmente falando. O sol forte de 35°, na sombra, iluminou a trilha entre os municípios de Parnaíba (Pi)  e Ubajara (CE), passando por Viçosa (CE). Na região, enormes trechos repletos de carnaubais e vegetação típica de sertão. O solo de piçarra, com trechos de areia, desafiou as equipes a mostrarem o que de melhor poderiam fazer para evitar quedas e outros problemas.

Na categoria quadriciclo graduado destaque para a participação do veterano Arnaldo Silveira Júnior, do Ceará, que elogiou a prova: “A organização teve a preocupação de escolher boas trilhas, por isso acredito que a prova será mesmo definida amanhã em função da técnica com que os trechos foram preparados”, frisou.  Esta é a 8° vez que Aroldo Júnior participa do Piocerá.  Já venceu por duas vezes nas categorias carro 4×4 e moto, agora pretende garantir o primeiro lugar na atual modalidade.

A dupla Alade e Braulim (MG), que correm na categoria carro 4×4 avaliaram o percurso de hoje: “Até agora tivemos uma prova boa. Hoje o terreno duro e pedregoso veio pra enriquecer ainda a trilha e a prova, tornando-a tecnicamente perfeita. Fechamos com tranqüilidade”, disse Alaide.

Destaque também para a belíssima paisagem da Serra da Ibiapaba. Uma subida íngreme que fez com que os competidores alcançassem a marca de 900 metros acima do nível do mar, usando tração 4×4 e punho firme para não deixar o carro deslizar na piçarra, terra de barro batido com pequenas pedras. Quadriciclos e motos também enfrentaram algumas dificuldades na sumida, como o engarrafamento, isso porque a estrada é estreita, permitindo apenas um por vez. Uma aventura radical que encantou pilotos e equipes de apoio.

Na chegada a Ubajara as equipes foram recebidas por muitos populares. Todos aguardavam para ver as estrelas do maior rally da América Latina, finalizarem mais um dia de subidas, descidas e curvas fechadas. Amanhã acontecem as últimas etapas do Piocerá 2011 entre Ubajara e Jijoca de Jericoacara.

Foto:  Ângela Bispo/Divulgação.