Rally Piocerá 2011 termina premiando os vencedores em todas as categorias

30 de janeiro de 2011

Em sua 24ª edição, o Rally Piocerá reuniu uma caravana de quase mil pessoas. O rally saiu de Teresina, capital do Piauí, no dia 25 de janeiro, e teve como percurso a Rota das Emoções: Lençóis-Delta-Jericoacoara, e Circuito Serras Nordeste. Mais de quatrocentos competidores estiveram por quatro dias vivendo de total adrenalina. O resultado foi divulgado pela organização neste sábado (29), e a hegemonia entre os campeões foram dos estados de Minas Gerais e Piauí, que levaram ao lugar mais alto do pódio três campeões cada. Também foram campeões pilotos do Ceará, Pará e Rio de Janeiro.

A cada dia percorrido, os pilotos da modalidade moto encontraram variados tipos de terrenos, desde areia e dunas na região dos Lençóis Maranhenses, serra, na região de Viçosa, no Ceará. Em cada depoimento, uma certeza: este foi um dos rallys mais técnicos dos 24 anos do evento. Técnica, exaustão, cansaço, erros de navegação, uma prova para quem realmente se preparou e ama o enduro de regularidade.

A cada PC (Ponto de Controle marcado para registrar as passagens de cada competidor no satélite) zerado, era uma festa, uma superação de si próprio. E ao chegarem nas  cidades de pernoite, os competidores eram recebidos pela população, que ainda ganhava com show de manobras radicais sobre motos da equipe de Força e Ação.

O dia mais difícil para os competidores da categoria motos foi, sem dúvida, o primeiro, entre Teresina-Barreirinhas, no dia 25. Além de valer pelo Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade, a prova teve quase 10 horas de duração, exigindo força nos punhos para enfrentar tanto areal e principalmente os limites físicos e emocionais.

Na categoria considerada elite, a Master, deu mesmo o mineiro Dário Júlio, atual campeão brasileiro de enduro e piloto oficial da Honda. Em segundo, uma outra fera, o capixaba Sandro Hoffmann, que também já abocanhou vários títulos nacionais e também é hexacampeão do Piocerá/Cerapió. O catarinense Guilherme Cascaes, que vai brigar agora pelo título do Brasileiro, ficou na 3ª colocação. E o piauiense que chegou a assustar os líderes, Wesley Macedo, o Alemão, é o 4º melhor na categoria. “Ganhar mais um Piocerá sempre é importante, por ser o primeiro campeonato do ano, por estar começando tudo outra vez. A gente começa a reconhecer os adversários novamente. Ganhar o Piocerá é começar a temporada com o pé direito”, disse Dário que o ano passado perdeu o título para o cearence Helâindo Onofre, apenas o 10º colocado este ano.”

Na categoria Sênior, o campeão é o mineiro Henrique Castro. Na Executivo, o cearense Paulo Cabral confirmou o favoritismo e faturou o bicampeonato na categoria, já que é o campeão do Cerapió 2010. Na Over-40, venceu Alexandre Tommaso, do Rio de Janeiro. Na Over-50, deu o também mineiro Amilar Rodrigues. Na Júnior, o paraense bem-humorado Wagner Oliveira. Os piauienses venceram ainda na Novato,  com Jonathan Pascoal da Silva; na Duplas, com João Guilherme de Sousa e Francisco Brito e na Moto Rally, prova que segue a trilha dos carros, com Peter Ferreira.

Nos carros 4×4, os campeões da Graduado foram Wander de Almeida Filho e Wagner Antônio de Paula, de Minas Gerais.  Na Turismo, vitória para Givaldo de Souza Carvalho e Jorge José da Costa Santana – pernambucanos, seguidos da dupla Itamar  Bukvar e Célia Bukvar, que vieram de São Paulo. O amor pelo esporte, que une o casal, levou com que suas duas filhas também se integrassem nesse esporte, já que correm no rally Mitsubishi. Na expedição, liderança dos baianos. O primeiro lugar ficou com Ademir Ruella e João Muniz Ruella. Na categoria Turismo Givaldo Carvalho e Jorge Santana levaram o título de campeões.

No quadriciclo graduado não deu outra, vitória do cearense Arnoldo Silveira Júnior. Mais um troféu para a galeria desse cearense que já correu outras edições do Piocerá e em categorias diferentes: “Estou numa felicidade só. Já participei do Piocerá outras vezes, já levei títulos nas categorias moto e carro. Agora fecho quadriciclo graduado”. O apoio da família e em especial do filho de 5 meses, Bruno Carvalho, motivou o piauiense Audir Lages de Carvalho Neto, que levou o primeiro lugar na categoria quadriciclo novato.