F-1: Lotus anuncia Razia como terceiro piloto em 2011

31 de janeiro de 2011

A partir desta segunda-feira, o Brasil volta a ter um piloto com o distintivo clássico da equipe Lotus no peito. O baiano Luiz Razia, de 22 anos, foi confirmado como terceiro piloto do Team Lotus na temporada 2011 da F-1, com direito a participação em treinos livres oficiais e em testes de pré-temporada com o TL11, mesmo carro de Heikki Kovalainen e Jarno Trulli, dupla confirmada pelo segundo ano como titular.

Razia dará continuidade a uma história iniciada em 1970, quando Emerson Fittipaldi foi convidado por Colin Chapman a conduzir um de seus carros na F-1; com o time, Emerson somou um título, em 1972. Em 1985, foi a vez de Ayrton Senna integrar o time e somar suas primeiras poles e vitórias, permanecendo por três temporadas. Já nos anos de 1988 e 1989 Nelson Piquet foi último brasileiro a representar a marca até o dia de hoje.

Pouco mais de duas décadas depois de Piquet correr pela última vez com a Lotus, Razia encontra uma equipe bem diferente. A tradição e o nome Lotus deixaram a F-1 em 1995 após dificuldades financeiras, mas retornaram no ano passado pelas mãos do malaio Tony Fernandes, que montou uma equipe para competir na categoria e decidiu retomar um dos nomes mais clássicos da história, detentor de 79 vitórias, 107 pódios, 1368 pontos e sete títulos de construtores. A primeira temporada do novo time foi modesta, mas a nova Lotus foi considerada a melhor das novatas e trouxe de volta o espírito do fundador da marca, Colin Chapman.

“Como todo mundo pode imaginar, estou realmente muito feliz em ter essa oportunidade única com a Lotus, um time que teve os três maiores pilotos da história do Brasil”, conta Razia, que poderá medir pela primeira vez seu talento com os melhores pilotos da atualidade, uma vez que participará de testes pré-temporada e de, no mínimo, quatro treinos livres oficiais durante os GPs, revezando o carro com Trulli e Kovalainen. “Por ser o terceiro piloto, devo fazer um teste antes da temporada e pelo menos quatro sextas-feiras durante o ano, incluíndo o GP do Brasil, além dos eventos que eles vão promover. Estou muito ansioso para entrar no carro”, destaca Razia, que representará o time júnior da Lotus, o Air Asia Team, na GP2.

Campeão da F-3 sul-americana em 2006 e vencedor de provas na F-3000 europeia e nas duas divisões da GP2 (asiática e europeia), Razia vem de um ano como piloto de testes da então Virgin Racing, participando e fazendo bonito no teste de novatos, em Abu Dhabi. O bom desempenho chamou a atenção da Lotus, e um acordo foi alcançado após uma série de conversas. “Fico emocionado em saber que meu nome será associado ao da Lotus, equipe que está no coração de todos os brasileiros”, relata.

“Neste ano, contaremos com alguns patrocinadores, e outro será divulgado brevemente. O Cyber1 Group continua comigo pelo sexto ano consecutivo, ao lado da Oakley, que nos apoiará em 2011. Em breve, teremos novidades sobre outros patrocinadores que nos ajudarão ainda mais a cumprir nossas metas”, completa Razia, que não pôde participar da apresentação da equipe, na Malásia, por estar em preparação para a primeira etapa da GP2 asiática, marcada para os dias 11 e 12 de fevereiro, em Abu Dhabi.