GP3 Series: Temporada 2011 terá oito rodadas duplas como preliminares da Fórmula 1

2 de fevereiro de 2011

A temporada 2011 da GP3 Series terá, a exemplo do ano passado, oito rodadas duplas em conjunto com as etapas européias do Campeonato Mundial de Fórmula 1. O calendário reformulado, divulgado nesta quarta-feira (2/2), exclui o GP de Mônaco – que estava previsto para estrear na lista de corridas da segunda temporada da GP3.

Até o momento, o único brasileiro confirmado no grid é o paulista Pedro Nunes (OGX/Grupo CGE/Claro/Wella/Alfaparf), que renovou contrato com a equipe ART Grand Prix – neste ano denominada Lotus-ART por sua relação com a equipe Lotus Renault de Fórmula 1. Pedro viaja na semana que vem à Europa para iniciar sua preparação para o campeonato, que começa no dia 8 de maio na Turquia.

“Estou contando os dias para a temporada começar, e embora lamente a ausência do GP de Mônaco, fico feliz por termos outras oito corridas em conjunto com a Fórmula 1. Este é um dos principais apelos da GP3 e garante a nós, pilotos, uma aproximação maior com o nosso grande objetivo, que é estar na categoria principal em alguns anos”, comentou o brasileiro.

Os promotores da GP3 justificaram a retirada da etapa de Mônaco do calendário por “falta de espaço físico” para a acomodação dos 30 carros da GP3 e para a estrutura das equipes no já apertado paddock do GP de Monte Carlo. O CEO da categoria se manifestou a respeito, o que traduz em parte o sentimento de todos os envolvidos com a GP3 em relação a correr nas ruas do principado.

“É uma situação infeliz. Nós estávamos muito esperançosos por trazer a GP3 a Mônaco nesta temporada, e todos nos esforçamos ao máximo para que isso acontecesse. Mas a falta de espaço (no paddock) neste ano significa que teremos que adiar (a ida a Monte Carlo). Entretanto, estamos muito ansiosos para que isso aconteça cedo ou tarde”, declarou Bruno Michel, responsável pela categoria.

Pedro Nunes admitiu que havia criado grande expectativa em relação à corrida de Mônaco, que há décadas fascina os pilotos que trilham caminho rumo à Fórmula 1.

“Criei grande expectativa para essa prova, mas teremos o mesmo número de corridas do ano passado, todas realizadas em pistas que já conheço. Começamos na Turquia e seguimos com a Fórmula 1 até o GP da Itália, em setembro. Nesse período, a GP3 faz uma pausa nas rodadas do Canadá e Monte Carlo, mas em contrapartida teremos mais dois dias de testes no mês de junho, que não estavam previstos anteriormente”, lembrou Pedro Nunes.

Veja como ficou o calendário de 2011 da GP3 Series:

08/05 – GP da Turquia (Istambul)
22/05 – GP da Espanha (Barcelona)
26/06 – GP da Europa (Valência)
10/07 – GP da Inglaterra (Silverstone)
24/07 – GP da Alemanha (Hockenheim)
31/07 – GP da Hungria (Hungaroring)
28/08 – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps)
11/09 – GP da Itália (Monza)