Copa Chevrolet Montana com novidades em 2011

4 de fevereiro de 2011

A Copa Chevrolet Montana, divisão de acesso da Stock Car, terá novidades na temporada 2011. Após a estreia em 2010, uma das mais acirradas competições do calendário nacional ganhará competitividade e emoção de sobra. Nova carenagem, utilização da injeção eletrônica, push-to-pass e a substituição da gasolina pelo etanol Esso, dando sequência ao trabalho para tornar a Stock Car uma categoria sustentável, prometem agitar ainda mais a nova temporada.

As mudanças necessárias nos carros começarão neste mês, com a entrega das carenagens e início dos ajustes junto a JL Competições, todos já informados às equipes. A ordem seguirá a posição no campeonato de equipes do ano passado.

As alterações nos detalhes técnicos da Copa Chevrolet Montana visam deixar a divisão ainda mais próxima da principal. Além de tornar as provas mais emocionantes, há também o fato de colaborar com o meio ambiente com a mudança para o etanol, ampliando mais seu espaço junto aos fãs do automobilismo.

“A utilização da carenagem da Nova Chevrolet Montana certamente vai trazer ainda mais brilho a esta categoria, que foi muito bem recebida no ano passado. Suas linhas robustas, vão deixar o modelo de competição com um visual diferente de tudo o que já vimos até hoje. Tenho certeza que o grande sucesso continuará em 2011”, afirma Gustavo Colossi, diretor de marketing da General Motors do Brasil.

O calendário da Copa Chevrolet Montana 2011 é o seguinte:

03/04 – São Paulo
15/05 – Nova Santa Rita (Velopark /RS)
05/06 – Campo Grande/Alternativa
03/07 – Rio de Janeiro
07/08 – São Paulo/Alternativa
18/09 – Santa Cruz do Sul/Alternativa
02/10 – Londrina
16/10 – Brasília
06/11 – Nova Santa Rita/Alternativa

A Copa Chevrolet Montana 2011 começará no dia 3 de abril, juntamente com a segunda etapa da Copa Caixa Stock Car e do Mini Challenge. Serão nove etapas ao longo do ano, com descarte dos dois piores resultados. Diogo Pachenki, da Nascar Motorsport, foi o campeão em 2010, com Eduardo Leite, da Hot Car Racing, em segundo e Rafael Daniel, da Scuderia 111, em terceiro.