GP2 encerra pré-temporada para torneio asiático

7 de fevereiro de 2011

A GP2 asiática completou nesta segunda-feira, em Abu Dhabi, o último dia de testes visando a temporada relâmpago de 2011 _composta por três rodadas e com início neste fim de semana, no mesmo circuito. Para Luiz Razia, único brasileiro na categoria, o resultado não poderia ter sido mais encorajador: segundo tempo no treino final e quarto no resultado combinado.

O baiano, que compete pelo Team AirAsia, simulou uma corrida inteira no domingo, sem nenhum problema detectado, e focou no segundo dia o trabalho no acerto ideal do novo modelo GP2/11 equipado com pneus Pirelli (os mesmos que “calçam” as máquinas da F-1), que será utilizado nas duas divisões da categoria, a principal, européia, e a asiática.

“No domingo, cumprimos alguns trechos longos na pista para entender melhor uma situação de corrida e descobrir o que este carro é capaz de fazer. Já hoje conseguimos encontrar o acerto correto para o carro. Ainda existem algumas áreas onde podemos melhorar, assim como tempo para tirar”, analisa Razia, terceiro piloto do Team Lotus na F-1. O mais rápido desta segunda-feira foi Jules Bianchi, da Lotus ART.

“A equipe está trabalhando muito e tomando decisões inteligentes, então se conseguirmos manter este ritmo na classificação, que era meu maior problema no ano passado, não há razões para não sermos competitivos”, completa o baiano de 21 anos, parceiro do italiano Davide Valsecchi, que volta à pista nesta quinta-feira, quando disputará a classificação para a primeira rodada da GP2 asiática.

Foto: Drew Gibson/GP2