Wilson Fittipaldi Jr., Clóvis Matsumoto e Ivo Sznelwar integram comissão da GT Brasil

15 de fevereiro de 2011

Reza o ditado que duas cabeças pensam melhor do que uma. Três, então, nem se fala. Especialmente quando se trata de gente que entende muito do assunto. Nesta temporada, equipes e pilotos do GT Brasil terão à disposição uma comissão formada por três profissionais experientes em diferentes áreas para analisar os assuntos técnicos e desportivos do campeonato dos carros dos sonhos: a Comissão GT.

O grupo será formado pelo ex-piloto de Fórmula 1, Wilson Fittipaldi Jr., pelo diretor técnico do Itaipava GT Brasil, Ivo Sznelwar, e pelo presidente da comissão, Clóvis Matsumoto, da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). A comissão será regida por um regulamento próprio, aprovado pela entidade máxima do esporte a motor nacional, garantindo autonomia e agilidade nas decisões referentes ao Itaipava GT Brasil.

“A comissão foi criada para analisar reivindicações de equipes e pilotos, com poder de decisão imediata em alguns assuntos fundamentais. Vamos receber as solicitações e analisar em conjunto para decidir o que for melhor para o campeonato, da forma mais ponderada possível, sem autoritarismo”, comenta o diretor técnico do Itaipava GT Brasil, Ivo Sznelwar. A comissão, formada neste mês de fevereiro, estará em atuação antes mesmo da primeira etapa.

Paralelamente ao anúncio da criação da Comissão GT, a orgasnização do campeonato confirmou dois dias de testes de pré-temporada para o chamado Equilíbrio de Desempenho. Os treinos serão realizados em 16 e 17 de março, no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, em São Paulo (SP). Durante as atividades, todas as marcas envolvidas na categoria serão analisadas pelos pilotos de testes oficiais, ainda não divulgados.