Carros da Stock Car prontos para a estreia

25 de fevereiro de 2011

Pilotos e equipes aprovaram os testes coletivos da Copa Caixa Stock Car realizados na pista do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA) nesta quarta-feira. Todos os componentes que precisavam de checagem não apresentaram problemas, inclusive a bomba de óleo. Agora, todos voltam suas atenções para os últimos ajustes nos carros para a abertura da temporada 2011, que será junto com o FIAWTCC, o dia 20 de março no Autódromo Internacional de Curitiba, que receberá também a prova de abertura do Mini Challenge.

Zequinha Giaffone, diretor da JL, fornecedora técnica oficial da categoria,comentou sobre os testes. “Foi muito bom. Conseguimos realizar nossa programação, e da parte técnica foi possível testar tudo. O trabalho foi bastante produtivo porque também pudemos constatar o bom desempenho da bomba de óleo, já que nenhum carro apresentou problemas neste item. Estamos prontos para a corrida”, completou.

Jorginho de Freitas, chefe da JF Racing, também saiu satisfeito de Piracicaba. Para sua equipe, as coisas caminharam tão bem que nem precisou deixar seu carro na pista até o fim. “Cumprimos nosso cronograma e por isso terminamos tudo uns dez minutos antes do encerramento dos testes. Correu tudo como esperávamos e agora é fazer os últimos ajustes para a estreia”, explicou. O piloto Átila Abreu, da AMG Motorsport, também ficou satisfeito. “Ano passado em Salvador tive esse problema, mas aqui ele não apareceu. Fiquei contente também porque pude desenferrujar um pouco, apurar os reflexos, para começar bem em Curitiba”, contou o jovem piloto.

Quem teve problemas em Piracicaba foi o paulista Daniel Serra, da Red Bull Racing. O filho do tricampeão Chico Serra encerrou sua participação antes do final do treino por causa da quebra da direção hidráulica. “Foi bom ter acontecido isso agora, porque podemos consertar para a primeira etapa. Mesmo assim, foi produtivo o trabalho. Achamos algumas coisinhas que estavam acontecendo no carro e que já pudemos resolver. Se o intuito era esse, a gente fez tudo certo”, analisou.

Xandinho Negrão passa por cirurgia
Na manhã desta quinta-feira, o campineiro Xandinho Negrão sofreu uma cirurgia na clavícula esquerda, fraturada por conta do acidente de ontem durante os testes coletivos da Copa Caixa Stock Car no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA). A fixação da clavícula (osteossíntese) foi feita no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e conduzida pelo médico Eduardo Benegas.

O piloto da equipe Medley/Full Time Sports deve continuar internado até amanhã e, segundo o Dr. Eduardo Benegas, a fratura deve ser consolidada (voltar ao normal) no período de quatro a seis semanas, e só então Xandinho poderá iniciar a recuperação das funções musculares e articulações.

Fotos: Duda Bairros/Divulgação.