Após problemas com acerto do carro em Phoenix, Paludo destaca aprendizado na Nascar Truck Series

28 de fevereiro de 2011

Quarto colocado na prova de abertura da Nascar Truck Series em Daytona, o piloto Miguel Paludo, da equipe Stemco-Duroline, desembarcou em Phoenix, palco da segunda prova do calendário, empolgado com o resultado da primeira etapa. Mas o acerto de sua Toyota Tundra não se mostrou tão competitivo e o gaúcho terminou a prova no 25º posto. A corrida foi vencida por Kyle Busch.

Apesar do resultado, o brasileiro segue no top-10 do campeonato, ficando na nona colocação da tabela, com 59 pontos, 12 atrás do líder Matt Crafton.

“Começamos bem no treino livre, mas, na classificação, a picape já começou a sair de traseira. Não tivemos uma boa performance e tudo que tentamos no set up para melhorar o desempenho acabou não dando resultado. Sabendo disso, procurei na corrida me manter o mais próximo as melhores posições para marcar pontos no campeonato e me manter bem na tabela, algo importante especialmente após o bom início que tivemos em Daytona”, diz o brasileiro.

Durante grande parte da corrida, a Toyota Tundra de Paludo continuou saindo de traseira, o que o impossibilitou de conquistar posições.

“Até mesmo o acidente em que me envolvi foi conseqüência disso. Mas o importante é destacar que na Nascar tudo está sendo um grande aprendizado neste meu primeiro ano completo na Truck Series e com certeza vamos usar os erros desta etapa para evoluir ainda mais na próxima corrida”, diz Paludo.

O próximo desafio do piloto da equipe Stemco-Duroline na Truck Series está marcado para o dia 12 de março, em Darlington. O site www.miguelpaludo.com.br traz mais informações, fotos e vídeos das corridas de Paludo.

Foto: Patrícia Souza/RF1/Divulgação.