Christian Fittipaldi comemora 30 anos de carreira com novidades para a temporada 2011

18 de março de 2011

Os anos passam muito rápido. Para o paulista Christian Fittipaldi, eles foram ainda mais acelerados. O piloto comemora em 2011 30 anos de uma carreira repleta de realizações nas pistas. Membro de umas das famílias mais tradicionais do automobilismo mundial, Christian começou a competir no kart aos 10 anos, passou pelas principais categorias de base, chegou à F-1, Fórmula Indy e NASCAR. Até hoje, é o único brasileiro a ter competido nas três principais categorias do automobilismo mundial.

Para a temporada 2011, Christian já tem seus planos traçados. O piloto vai continuar competindo no Trofeo Linea ao lado do pai, Wilsinho Fittipaldi, chefe da equipe, e terá o patrocínio das empresas Sundown, Pit Stop e Iveco Capital. Em 2010, ano de estreia do campeonato, Christian chegou à última etapa brigando pelo título, mesmo tendo disputado duas provas a menos que os demais pilotos, e terminou na quarta posição. Foram quatro pódios e uma vitória na temporada.

Fora das pistas, a grande novidade é o acordo com a rádio Jovem Pan AM, para comentar as corridas da temporada 2011 da Fórmula 1 ao lado do comentarista Claudio Carsughi, do narrador Téo José e do repórter Felipe Motta. A rádio, que teve o avô de Christian, o Barão Wilson Fittipaldi, como seu narrador e um dos principais nomes da sua história, vê o sobrenome de volta à emissora.

“Estou muito contente por fazer parte de um grupo como este. Quando se fala de Fórmula 1 em rádio no Brasil, o nome da Jovem Pan é sempre lembrado. Para mim, será uma honra estar ao lado do Carsughi, do Téo, que já conheço da época da Fórmula Indy, e do Felipe Motta. Acredito que vai ser um trabalho com amigos e a união deste grupo vai ser muito legal”, comentou o piloto.

“O Carsughi é uma enciclopédia do automobilismo. Eu não tenho a experiência dele, mas tenho a experiência na prática, porque já estive ali. O Téo é um dos maiores narradores do Brasil e o Felipe será o nosso elo, participando em loco de todos os GPs, visualizando o que não conseguimos do estúdio. Acho que um vai complementar o trabalho do outro, para trazer sempre a melhor transmissão para os ouvintes”, continuou Fittipaldi, que já participa da abertura da temporada, no dia 27 de março, o GP da Austrália.