Perez não se preocupa com rótulo de “piloto pagador”.

21 de março de 2011

Sérgio Perez, estreante na F1, diz não estar preocupado com o rótulo de estar apenas na categoria por trazer patrocínio e claro, dinheiro.

Monisha Kaltenborn, Diretora de Gestão da Sauber, afirmou que o patrocínio da gigante de Comunicações Telmex foi um dos motivos para a contratação de Perez.

“Sérgio é um pilotos da Telmex, que tem um programa que oferece suporte para pilotos em várias categorias”, disse Kaltenborn em uma entrevista à Agência France-Press.

“Em momento algum houve questionamento se queríamos ele (Perez) ou outro piloto. Os dois foram juntos”, acrescentou Kaltenborn.

Perez, de 21 anos, participou da temporada de 2010 da GP2, ficando atrás do campeão mundial Pastor Maldonado, outro rotulado como “piloto pagador”.

“Entendo por que alguns me chamam ‘piloto pagado’”, reconheceu Perez. “Isso é normal, porque eu tenho um grande apoio do meu país”, acrescentou.

“Mas é normal também que você tenha sorte e faça boas temporadas, como fiz na GP2”, insistiu Perez.

Perez substituiu Nick Heidfeld. Na Williams, os milhões de dólares venezuelanos fizeram a equipe substituir Nico Hulkenberg por Pastor Maldonado.

“Não é bom ver um cara chegar com uma grande quantidade de dinheiro e tomar seu lugar, comentou Hulkenberg, “mas é assim que trabalham na F1 no momento.”

Fonte: F1Mania.net – redacao@f1mania.net