Helio Castroneves e Tony Kanaan completam 15 anos de automobilismo nos EUA

23 de março de 2011

Foi em março de 1996, há exatamente quinze anos, que Helio Castroneves e Tony Kanaan começaram a parte mais importante de suas carreiras, chegando do automobilismo europeu para correr nos Estados Unidos. Sonhavam alto, sonhavam com o título da Fórmula Indy, conquistado por Tony Kanaan em 2004, e sonhavam com vitórias nas 500 milhas de Indianápolis, alcançadas por Helio Castroneves em 2001, 2002 e 2009. Até o sonho que deixaram adormecido, a chance de pilotar um carro de Fórmula 1, acabou se realizando com sessões de testes para Helio Castroneves em 2002 e Tony Kanaan em 2005.

Os dois pilotos brasileiros, rivais de alto nível desde os primeiros passos no esporte a motor, disputam a partir deste domingo (27) mais uma temporada da IZOD Indy Car Series, que começa no circuito de rua de St. Petersburg, na Flórida, unidos pelo patrocínio brasileiro da cerveja Itaipava e TNT Energy Drink. “Estou muito contente por ter iniciado esta conversa entre a equipe e o Grupo Petrópolis para que a Itaipava e TNT Energy Drink fossem os primeiros patrocinadores brasileiros na Penske, o que sem dúvida é uma grande oportunidade para todos”, afirma Helio Castroneves.

“Sempre vi o enorme apoio que o Grupo Petrópolis dá ao automobilismo brasileiro e fico muito feliz de ver que agora faço parte deste time”, acrescenta o piloto, que venceu três vezes e ficou em quarto lugar no campeonato, além de conquistar a pole position para as 500 milhas de Indianápolis em 2010. Tony Kanaan teve longos meses de negociação antes de ser anunciado oficialmente como piloto da KV Racing Technology-Lotus, na última segunda-feira (21). No time, ele terá como chefe de equipe o experiente Jimmy Vasser, norte-americano campeão da Fórmula Indy em 1996.

“Primeiro eu gostaria de agradecer. Fazia muito tempo que eu não precisava batalhar por patrocínio, mas esta voltou a ser a minha realidade no fim do ano passado e o Grupo Petrópolis foi a primeira empresa que me recebeu de braços abertos, todos acreditaram e é muito legal fazer parte deste grupo. Tem tudo para ser um ano bom, de transição, mas estou muito contente”, revela Tony Kanaan. No ano passado, ele chegou a vencer uma etapa e terminou o campeonato na sexta posição.

Foto: Fernanda Freixosa/Divulgação.