Esquenta a briga pelos títulos do Mitsubishi Motorsports

31 de julho de 2011

A cidade de Sete Lagoas, localizada a cerca de 60 quilômetros de Belo Horizonte, recebeu uma dose extra de adrenalina com a passagem da quinta etapa do Mitsubishi Motorsports. O sol imperou do início ao fim e devido ao tempo seco, a poeira foi um item que exigiu atenção dos competidores.

Aproveitando que o rali passou pela cidade, o casal de administradores Emerson Teclon Everaldo e Erica Padilha Criseli resolveu colocar o Pajero Sport na terra e encarar pela primeira vez o rali de regularidade. “Sete Lagoas está em franco desenvolvido e há muita natureza bonita para ser explorada. Achei o ambiente bem legal e família e começamos no rally para sair um pouco da rotina e agora, queremos que o Mitsubishi Motorsports faça parte da nossa rotina”, disse o piloto Emerson, disposto a fazer as demais etapas.

A competição reúne por volta de 250 carros por etapa. O campeonato é dividido nas categorias Graduados (duplas mais experientes), Turismo (experiência intermediária) e Turismo Light (duplas iniciantes).

Graduados – Marcos Fernando Bortoluz e Marcelo Nestor Bortoluz, de Caxias do Sul, venceram mais uma etapa e seguem na liderança do campeonato na categoria. “Foi uma prova bastante técnica com lugares interessantes e pegadinhas. Esta vitória foi importante porque de certa forma credencia quem ficará entre os três primeiros na final”, explica o piloto Marcos. “Vamos lutar até o fim e não podemos baixar a guardar. Iremos para próxima com o mesmo objetivo de vitória”, afirma o navegador. A bordo do Pajero Full a dupla Carlos Salvini e Marcelo Juca chegou em segundo lugar. “Foi uma prova boa e prazerosa como todas da Mitsubishi. O grande vencedor do rali de regularidade é o navegador, eu sou apenas o motorista”, brinca Salvini, piloto veterano. “Para mim foi uma honra navegar para este monstro do off-road e foi bom pegar pódio nesta primeira prova que disputamos no ano”, explicou o navegador.

Turismo – A dupla de São Paulo Norival Nogueira e Marcelo Boscoli Batista chegou em primeiro e lidera o ranking da categoria. “Fizemos uma prova redonda e foi excelente o resultado porque conseguimos abrir alguns pontos de vantagem. Agora é manter a regularidade”, falou Nogueira. “Hoje contou a experiência e concentração porque foi um percurso exigente demais”, ressaltou o navegador. Em segundo lugar ficaram Thiago Wilson Rizzo da Silva e Renato Braun Petry, de Petrópolis. “Andamos bem, mas não esperávamos este resultado numa prova técnica como esta, mas mostrou a nossa evolução”, afirma Thiago que está há três anos no campeonato. “Cada prova é uma prova e nossa categoria é muita disputada, mas o que vale é que estamos crescendo e mostrando resultados”, reforçou a navegadora.

Turismo Light – Dobradinha de catarinenses no pódio da categoria. Os vencedores vieram de longe, de Irati, Antônio Marcos Sedoski e Paulo Conrado Gerchevski. “Foi a prova mais difícil do ano até agora, complicada e com muitos desafios e, por isto tudo, foi bom chegar em primeiro”, disse o piloto Sedoski. “Um espetáculo com belas paisagens e bem organizada, como todas da Mitsubishi. A poeira atrapalhou bastante. Mas com cautela e responsabilidade tudo dá certo no final”, pontuou o navegador. Vindos de Criciúma, Erick Fernandes de Brito e João Otávio Goulart comemoraram o segundo lugar, pois chegaram despretenciosos. “Desde 1998 participo dos campeonatos da Mitsubishi e posso dizer que a prova exigiu muito. Já estou sentindo falta porque a próxima agora só será em setembro”, afirma o piloto Brito. Já o navegador fez sua estreia no rali e saiu satisfeito e empolgado “Gostei muito e vou voltar para fazer uma temporada inteira. Para uma estreia valeu muito a pena”.

Restam agora duas etapas do Mitsubishi Motorsports: a sexta será em Penedo, no Rio de Janeiro e a final em São José dos Campos, São Paulo.

Resultado 5ª Etapa – Sete Lagoas/Minas Gerais

Categoria Graduados
1) Marcos Fernando Bortoluz/ Marcelo Nestor Bortoluz (Caxias do Sul) – 520 pontos perdidos
2) Carlos Salvini/ Marcelo Juca (Petrópolis) – 540
3) Welson Rocha Viera/ Roberto Augusto Pozzani (Campinas) – 578
4) Fernando Kowalski/ Vanderlei Hirt (Apucarana) – 614
5) Paulo Roberto de Goes/ Rodrigo Juliano Borges (Joinville) – 625

Categoria Turismo
1) Norival Nogueira / Marcelo Boscoli Batista (São Paulo) – 755 pontos perdidos
2) Thiago Wilson Rizzo da Silva / Renata Braun Petry (Petrópolis) – 855
3) Bruno Queiroz Sander/Rodrigo Viana Franscisco (Belo Horizonte) – 941
4) Waldir Hudson Barbosa / Maria Eveli Giani Barbosa (Bragança Paulista) – 1147
5) Adriano Madeira/Fabiano Dias Perfeito (São Bento do Sul) – 1392

Categoria Turismo Light
1) Antônio Marcos Sedoski/Paulo Conrado Gerchevski (Irati) 1078 pontos perdidos
2) Erik Fernandes de Brito / João Otávio Goulart (Criciúma) – 1080
3) Frederico Bailune/ Fábio Paz (Petrópolis) – 1348
4) Cristina Starling Possetti/ Fernando Luis Possetti (Ribeirão Preto) – 1394
5) Sérgio Eduardo Braga Alves/ Cristiane Carneiro Drummond (Rio de Janeiro) – 2317

Resultado Geral do Campeonato (após cinco etapas)

Categoria Graduados
1) Marcos Fernando Bortoluz / Marcelo Nestor Bortoluz (Caxias do Sul) – 64 pontos
2) Nacleto Piovesan / Enedir Silva Junior (Chapecó) – 51
3) Luis Roberto Eckel / Luis Felipe Eckel (São Bento do Sul) – 47
4) Ricardo Molica E. Santos / Alexandre Martinez (Taubaté) – 32
5) Otavio Enz Marreco / Allan Enz (Apucarana) – 30

Categoria Turismo
1) Norival Nogueira / Marcelo Boscoli Batista (São Paulo) – 63 pontos
2) Sidnei Valmir Rank / Leandro José Machado (São Bento do Sul) – 46
3) Waldir Hudson Barbosa/ Maria Eveli Giani Barbosa (Bragança Paulista) – 43
4) Arao dos Santos / João Carlos dos Santos (São Bento do Sul) – 42
5) Bruno Queiroz Sander/ Rodrigo Viana Francisco (Belo Horizonte) – 38

Fotos: Ricardo Laiser – Divulgação.