Losacco e Leite se preparam para a Corrida do Milhão

2 de agosto de 2011

São apenas 33 competidores. As chances são bem maiores do que ganhar na Mega-Sena (um em 50.063.860, no caso de uma pessoa jogar apenas uma cartela simples). Mas nenhum piloto espera vida fácil na disputa da Corrida do Milhão, sétima etapa da  Stock Car, que entrega neste domingo (7), em Interlagos (SP), ao vencedor o maior prêmio do automobilismo nacional: um milhão de reais.

O bicampeão Giuliano Losacco e o estreante Eduardo Leite, da equipe Hot Car Competições (Bardahl / Agecom), estão animados para a disputa. “Já que está difícil ganhar na Mega-Sena, quem sabe na pista eu não tenha mais sorte”, brincou Losacco.

“A expectativa para a prova é muito grande. Fazer o que você gosta e ainda ter a chance de ganhar um prêmio assim é muito estimulante. Mas não vai ser uma prova fácil. Como ela é um pouco mais longa (70 minutos ao invés dos 50 minutos das demais etapas), tem que ser tudo muito bem calculado. Tudo precisa funcionar nos mínimos detalhes: a estratégia, o carro tem de estar rápido, o pit stop tem de ser perfeito”, destacou o bicampeão.

“Além do prêmio, a prova é importante porque depois dela faltará apenas uma corrida para definir os 10 primeiros no PlayOff. No meu caso, preciso de muitos pontos para estar lá, então vou correr pelo prêmio e pelas chances no campeonato”, completou Losacco, que está em 14º lugar na tabela.

Piloto mais jovem da categoria, Leite concorda com o companheiro. “É uma corrida onde não se pode falhar”. Apesar de ansioso para disputar sua primeira Corrida do Milhão, o piloto encara o desafio como mais uma prova da temporada. “Com certeza, esta é uma etapa muito importante, mas o que eu quero mesmo é ter um bom resultado para me manter vivo na disputa, melhorar minha classificação na tabela”, ressaltou o piloto de 23 anos.

Amadeu Rodrigues, chefe da equipe Hot Car, comemora no sábado (6) seu aniversário, mas só quer saber de festa depois da Corrida do Milhão. “A expectativa é muito grande. Esta é uma prova diferenciada, por ter maior duração. O consumo de combustível é importantíssimo e o aproveitamento dos pneus também. É preciso tirar proveito de todas as situações durante a corrida, para se obter um bom resultado”, finalizou o comandante da equipe.

A  etapa também terá um dia a mais de treinos, com as atividades se iniciando na quinta-feira (4). No domingo, a largada está prevista para as 11 horas, com transmissão ao vivo pela Rede Globo. Uma das atrações da corrida será o ex-campeão da F-1, o canadense Jacques Villeneuve.


Fotos: Vanderley Soares – Divulgação.