Jaime Melo aposta em Ferrari mais competitiva em Mid-Ohio‏

4 de agosto de 2011

Depois da comemoração pelo segundo lugar na corrida de duas semanas atrás no circuito canadense de Mosport, a Risi Competizione, equipe do brasileiro Jaime Melo e do finlandês Toni Vilander, volta à ação nos Estados Unidos. O time busca na quinta das nove etapas da American Le Mans Series a primeira vitória de 2011 na classe GT. A corrida será disputada neste sábado (6) na pista do Mid-Ohio Sports Car Course, na cidade de Lexington.

Mais uma vez dividindo uma programação com a Fórmula Indy, que terá no domingo (7) sua 11ª etapa, a American Le Mans Series terá 33 carros na pista em Mid-Ohio, 15 dos quais na classe GT. “É uma pista onde gostamos de correr, o Toni e eu. Ela mistura trechos de média velocidade com curvas de baixa, se você souber usar o freio pode levar alguma vantagem. Mas os pontos de ultrapassagem são bem limitados”, resume Melo, campeão da ALMS em 2007.

Vencedor da etapa de Mid-Ohio no ano passado, Jaime Melo acredita que a pista possa ser mais favorável ao novo modelo F458 Italia da Ferrari. “Essa é uma das pistas onde o carro novo pode ser realmente competitivo, principalmente se a gente conseguir aliar o que esse carro pode fazer com uma boa estratégia de corrida, de consumo de pneus e de combustível, e com um acerto que torne a pilotagem mais fácil tanto para mim quanto para o Toni. É possível”, diz.

A programação da ALMS em Mid-Ohio terá início nesta quinta-feira (4). A classe GT terá um treino de 30 minutos, a partir das 17h50, e seguirá na pista por mais uma hora, logo em seguida, na sessão para todas as categorias. Na sexta-feira (5) serão dois treinos de 60 minutos para todas as classes, marcadas para as 10h30 e as 14h15, e a tomada de tempos classificatória, que terá 15 minutos de duração e, no caso da GT, vai começar às 15h40.

O sábado de competições terá início com um treino de aquecimento de 25 minutos, a partir de 10h45. A largada para as duas horas e 45 minutos de disputa será dada às 16h30. A quinta corrida da temporada será transmitida ao vivo para o Brasil pelo Speed Channel, com narração de Roberto Figueiroa e comentário de Thiago Alves. Todos esses horários são referentes a Brasília, situada uma hora à frente de Lexington no fuso horário.