Rafael Conde conclui com êxito etapa de estreia

10 de agosto de 2011

Nem pedras, subidas e descidas fortes foram capazes de atrapalhar a ótima estreia do piloto Rafael de Souza Martinez-Conde junto ao navegador José Papacena Neto e o co-piloto Leandro Mota de Oliveira. Pela categoria caminhões leves T4-1, o trio da equipe Autoliner alcançou o 2º melhor tempo da categoria na 1ª etapa do Rally dos Sertões 2011, com 2h03m58s de prova. Já entre os pesos-pesados, por problemas mecânicos o Ford Cargo 1722e que tem no comando Amable Martinez-Conde Barrasa não completou a prova.

Na noite de ontem (09) em Goiânia, Rafael Conde disputou o Super Prime ao lado do multi campeão Edu Piano. Estreante na competição, hoje (10) o piloto Rafael pôde sentir pela primeira vez a adrenalina do rali, que começou exigindo atenção, talento e desenvoltura dos participantes, além de resistência dos carros. “Tivemos uma especial muito técnica, passamos por muitas pedras e quebradeira”, contou o piloto.

Saindo de Goiânia (GO), a equipe Autoliner percorreu 143 quilômetros até chegar ao local onde foi iniciada a especial cronometrada de 83 quilômetros. Depois foram mais 10 quilômetros até a primeira cidade pela qual os participantes do rali vão passar, Pirenópolis (GO). No trecho cronometrado, a equipe Autoliner perdeu alguns minutos na disputa por conta de um problema no caminhão. “Pelo trajeto duro, infelizmente tivemos um pneu furado e por isso perdemos uns cinco minutos para trocá-lo, um tempo precioso para o primeiro dia, mas tudo bem ainda temos nove dias de rali pela frente”, disse Rafael.

Veterano no Rally dos Sertões, o navegador José Papacena também achou a 1ª etapa difícil. “Foi uma prova com grau de dificuldade muito grande, com referências curtas, balançava muito e às vezes não dava para ver a próxima referência, isso dificultou muito. O grande problema foi largar atrás, mas faz parte, ainda estamos no começo e tem muito pela frente”, afirmou o navegador.

O outro trio da equipe Autoliner, formado pelo piloto pentacampeão Amable Barrasa, o navegador Evandro Luiz Bautz e o co-piloto Raphael Bettoni, não completou a prova por problemas mecânicos.

Foto: André Chaco/Foto Arena