Daniel Oliveira e a sua primeira vez no asfalto

13 de agosto de 2011

Tudo é novidade para Daniel Oliveira e Carlos Magalhães em sua primeira temporada completa no WRC. Depois de deixar para trás o exigente desafio de disputar pela primeira vez o Rally da Finlândia, o jovem piloto brasileiro, junto ao seu navegador português, deverão dar um “reset” no seu programa de pilotagem para o próximo compromisso, que terá condições totalmente diferentes.

O Rally da Alemanha (de 19 a 21 de agosto), oitava etapa do Campeonato Mundial de Rally FIA, será o primeiro de três rallys a ser disputado inteiramente no asfalto e servirá de teste para que Daniel e Carlos encontrem o ritmo certo e a melhor configuração possível do MINI John Cooper Works WRC com vistas às provas da Espanha e da França. Neste evento, Daniel vai ainda experimentar os pneus para asfalto Pilot Sport da Michelin, que estarão disponíveis nos compostos duro e macio.

A prova alemã é um rally de asfalto muito peculiar, já que existem diversas mudanças de superfície de um dia para outro, o que exige um grande poder de adaptação e altos níveis de concentração.

Assim como aconteceu nos dias que antecederam à Finlândia, onde Daniel trabalhou com Pasi Hagstrom, desta vez Daniel confiou no conselho do reconhecido coach Rob Wilson que o treinou em algumas técnicas de condução no asfalto. Daniel completou também essa preparação com um intenso programa para melhorar o seu rendimento físico.

Um pouco de experiência. Em 2010 Daniel disputou alguns rallys no asfalto, incluindo o Rally de Monte Carlo, quando competia na IRC com um carro de especificações Super2000. Além disso, o Rally da Argentina deste ano incluiu algumas especiais no asfalto.

A palavra de Daniel. “Este rally vai ser algo completamente novo para mim. Se bem que tirei um pouco de experiência no asfalto, as referências que tenho deste rally me indicam que este evento não se compara com os que corri anteriormente. Temos tratado de antecipar com o Rob (Wilson) algumas das situações que vamos enfrentar na Alemanha e isso foi parte do trabalho que fizemos juntos. Teremos uma nova configuração do MINI John Cooper Works WRC, por isso estou consciente que vou levar algumas especiais para me acostumar ao carro, mas tenho confiança de que podemos tirar muito desta nova experiência”.

Um olhada na prova. Como sempre o rally da Alemanha terá sua base na cidade de Trier, na região Sudoeste do Mosel. Mesmo sendo apresentado como um evento integralmente de asfalto, na verdade é que contará com 6,10 km de especiais na terra. A rota deste ano permanecerá quase invariável, com os intimidantes testes na área de provas da base militar de Baumholder e com uma nova passagem na Super Especial de rua Circus Maximus, cenário do Power Stage.

Cronograma. As atividades prévias à competição começam nas próximas 3ª e 4ª feira com o levantamento. O Shakedown vai acontecer na 5ª feira pela manhã, em um trecho de 5,37 km, enquanto à noite vai ser realizada a largada promocional na antiga porta romana: Porta Nigra.

Números e curiosidades. Sébastien Loeb (Citröen) fez desse um evento próprio ao estabelecer um novo recorde com oito vitórias consecutivas. A etapa alemã contará pontos para os campeonatos WRC, SWRC e para a WRC Academy. Um total de 84 pilotos estão inscritos para a prova. Loeb lidera o campeonato com 171 pontos seguido por Mikko Hirvonen (Ford) com 144 e Sébastien Ogier (Citröen) com 140