Maico Teixeira faz o melhor tempo do primeiro dia de treinos em Brasília

19 de agosto de 2011

O gaúcho Maico Teixeira mostrou porque é apontado como um dos pilotos mais rápidos da motovelocidade brasileira. Ele participa da segunda. Etapa do Moto 1000 GP, em Brasília, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, como convidado e já estreou no comando de uma moto de 1000cc cravando o melhor tempo nos treinos livres, realizados no início da tarde de hoje. Maico Teixeira virou em 2´12´´221 logo no primeiro contato com motos dessa potência. No segundo treino livre ele surpreendeu a todos ao fazer 2´07´´339, o melhor tempo do dia entre todas as categorias.

Maico Teixeira se mostrou muito feliz pela primeira experiência com uma moto de 1000cc. “Eu estou apanhando da moto ainda”, brinca. Ele conta que estranhou muito a altura da moto, bem mais alta que as 600cc com as quais compete regularmente. “Além disso é uma moto bem mais pesada e que freia muito. Tem que confiar no equipamento e aí dá para frear mais em cima”, conta. Teixeira conta também que o estilo de pilotagem é bem diferente. “Aqui a gente freia tudo o que dá de pé e depois solta e deita na curva”, revela o piloto. Esse primeiros treinos livres no Moto 1000 GP foram a primeira experiência de Teixeira como uma moto de 1000cc. Ele é campeão brasileiro pilotando uma moto de 600cc e lidera o campeonato desse ano da categoria.

Outro destaque do dia é Alan Douglas, que venceu as duas baterias da 1ª Etapa do Moto 1000 GP, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos (SP) e lidera a categoria GP 1000 e andou rápido em Brasília. Ele fez a melhor volta passando 2´07´´912, seguido de muito perto pelo catarinense Sarin Carlesso com 2´07´´978, seguido do paranaense Diego Faustino com 2´11´´788 e Juãozinho Simon, que fez 2´12´´080. Luiz Cerciari apareceu em quinto, com 2´12´´343, seguido do piloto brasiliense Rafael Cristiam, que corre a Michelin Power Cup, na Inglaterra e participa desta etapa do Moto 1000 GP, que fez o sexto melhor tempo com 2´16´´486, seguido de Jaime Cristobal, com 2´23´´811 e Élson Tenebra, com 2´25´´434.

Rafael Cristiam disse que ainda espera melhorar muito seu tempo, logo que se acostumar com a moto, uma Suzuki de 750cc. “É a primeira vez que ando com essa moto e estou me adaptando a ela. Logo o tempo vem”, diz.

Luis Fittipaldi, piloto local, também se mostrou feliz com o resultado dos primeiros treinos. Ele conhece bem a pista de Brasília mas diz que ainda está “tomando a mão” do ritmo de competição. Ele virou a 2´14´´838 e acredita que tem como melhorar o tempo.

Nicolas Iatauro  é do time de pilotos que estranhou muito a pista de Brasília. “Nunca andei em outro lugar fora de Interlagos”, explica. Com isso, ainda em fase de adaptação à pista do Autódromo Internacional Nelson Piquet, virou com 2´19´´531. “Mas eu estou começando agora. É uma experiência importante essa. Quando voltar para casa isso vai fazer a diferença”, disse.

Quem também teve o primeiro contato com a pista de Brasília foram os pilotos da Fênix Racing, equipe de Mogi Mirim (SP), Rafael Zanuto  e Beto Juliani. Zanuto fez sua melhor volta com 2´19´´225 e Juliani virou 2´29´´423. Além de não conhecerem o autódromo, os dois tiveram dificuldades pontuais na entrada e na saída da reta principal. “Nos dois pontos tive dificuldade de aderência e ficou difícil virar a mão para baixar tempo”, justifica Juliani.

Tempos da categoria GP 1000
1º. Alan Douglas – 2´07´´912
2º. Sarin Carlesso – 2´07´´978
3º. Diego Faustino – 2´11´´788
4º. Juãzinho Simon – 2´12´´080
5º. Luiz Cerciari – 2´12´´343
6º. Rafael Ribeiro – 2´16´´486
7º. Jaime Cristobal – 2´23´´811
8º. ElsonTtenebra – 2´25´´434

Tempos das categorias GP Light e BMW S1000RR Cup
1º. Maico Teixeira – 2´07´´339(BMW S1000 RR Cup)
2º. Luis Fittipaldi – 2´14´´838 (GP Light)
3º. Eduardo Costa – 2´15´´526 (GP Light)
4º. Sérgio Laurentys – 2´16´´436 (GP Light)
5º. Maurício Zanella – 2´17´´212 (GP Light)
6º. Gian Calabrese – 2´18´841(BMW S1000 RR Cup)
7º. Rafael Zanuto – 2´19´´225 (GP Light)
8º. Nickolas Iatauro – 2´19´´531 (GP Light)
9º. Remi Toscano – 2´22´´918 (GP Light)
10º. Vitor de Castro – 2´26´´180 (GP Light)
11º. Ricardo Kastropil – 2´29´´085(BMW S1000 RR Cup)
12º. Beto Juliani – 2´29´´423 (GP Light)
13º. Fernando Freire – 2´30´´707 (BMW S1000 RR Cup)

Texto: Claudemir Hauptmann