Barreto e Wilton dividem vitórias no Estadual de Turismo do Rio de Janeiro

21 de agosto de 2011

O domingo com chuva e temperatura em torno dos 17° foi bem diferente dos dias ensolarados que os cariocas experimentaram na última semana, mas o piso escorregadio não impediu que as boas disputas prosseguissem no Estadual de Turismo do Rio de Janeiro. Entre os 27 pilotos que compuseram o grid dos mais disputados, Pedro Barreto e Wilton Neto dividiram vitórias na sétima rodada dupla da competição que acontece no Autódromo Nelson Piquet, em Jacarepaguá.  Por coincidência, na etapa em que o campeonato chegou ao final da segunda de suas três fases, os dois subiram ao alto do pódio pela primeira vez na temporada. Por causa da chuva, não aconteceram disputas no Estadual de Arrancada. A classificação da etapa levou em conta apenas as passagens do sábado (veja classificação abaixo)

Na prova que abriu o dia, válida pela 13ª do campeonato, o pole Elias Júnior não largou bem e foi superado por René Junqueira e João Scalabrin que, respectivamente, assumiram as duas primeiras colocações. Os três andaram juntos em todas as 10 primeiras voltas. Em algumas delas, pode-se ver Scalabrin emparelhado com Junqueira, na briga pela liderança. Em outras, foi Elias quem colocou pressão na disputa pelo segundo lugar. A partir da quarta volta, os três passaram a ser seguidos de perto por Pedro Barreto, que, na largada, havia caído da sétima para a nona posição do grid.

Quando o safety car, cumprindo o regulamento, entrou na metade da prova, a fim de reagrupar o grid, as perspectivas de mudanças eram significativas. E não demorou para que começassem a aparecer. Logo na volta seguinte, Junqueira ficou sem freio e caiu para a quinta colocação, antes de abandonar. Scalabrin assumiu então a ponta, seguido por Pedro Barreto, que encostou no líder na última volta. Quando parecia que não haveria mais tempo para mudanças, Barreto assumiu a primeira colocação na última curva, depois que estourou o motor de Scalabrin, que, em meio a fumaça, ainda conseguiu cruzar em segundo. “Foi uma vitória da perseverança”, resumiu Barreto.

Como a segunda prova do dia tem a ordem dos seis primeiros invertida, Barreto ficou com a sexta posição. A pole coube a Anderson Faria. Mas a melhor largada foi de Mario Ferreira, que saltou da quarta posição para a liderança. Ele não demorou para colocar confortável vantagem sobre o resto do pelotão que tinha como um dos destaques Wilton Neto, que divide o carro 22 com René Junqueira e, por causa do abandono, largara em vigésimo.  Logo após a saída do safety car, com o grid reagrupado e Wilton já em quarto, atrás de Olavo Leite, Ferreira escapou e permitiu que Scalabrin assumisse a ponta. Neto seguia apertando firme o pedal da direita. Após superar Leite e Ferreira, ele partiu para cima do líder. A cinco voltas para a bandeirada, aconteceu o lance mais bonito do dia, quando Wilton assumiu a ponta em uma ultrapassagem, por fora, na curva da vitória. “Estava com saudade do alto do pódio”, revelou Neto, que voltou a vencer depois de ter ficado seis anos sem competir, após ser campeão em 2001, 2003 e 2004.

Veja os cinco primeiros de cada prova:
13ª etapa Estadual de Turismo
1-     Pedro Barreto – 33m30s145
2-     João Scalabrin – a 1s243
3-     Mario Ferreira – a 11s689
4-     Paulo Lanfredi – a 12s033
5-     Marcelo Costa – a 12s942

14ª etapa Estadual de Turismo
1-     Wilton Neto – 26m46s035
2-     João Scalabrin – a 2s600
3-     Mario Ferreira – a 3s741
4-     Olavo Leite – a 8s483
5-     Jorge Cláudio Schuback – 13s500

Vencedores Arrancada
Desafio – Paulo César dos Santos Jr – Passat
Dianteira Original – Luiz Antonio Bizarro – Gol
Traseira Original – Rui Carlos de Araújo – Maverick
Dianteira Turbo C – Edler Magalhães Pinto – Saveiro
Dianteira Turbo B – Renato de Almeida – Gol
Dianteira Turbo A – Gustavo do Nascimento – Gol

Texto e Foto: Jorge Velloso