Interlagos volta a receber a GT Brasil

24 de agosto de 2011

A  categoria GT4, da GT Brasil,  retorna neste final de semana à pista onde o campeonato começou, o Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace. Agora, para a sexta etapa do ano. Os principais candidatos ao título, as duplas Caio Lara e Cristiano Federico, com Ferrari Challenge, Valter Rossete e Fábio Greco, de Maserati Gran Turismo, e Sérgio Laganá e Alan Hellmeister, de Ferrari Challenge, terão um novo desafio pela frente, que pode deixar tudo ainda mais equilibrado: a nova chicane da Curva do Café.

Líder da categoria ao lado de Cristiano Federico e chegando de duas vitórias na etapa anterior, Caio Lara acredita que nada está definido no campeonato e que a chicane tornará as corridas ainda mais difíceis para os pilotos. “Ainda não conseguimos andar de GT com a chicane. Somente pilotos de outras categorias fizeram isso, mas o carro é diferente e teremos de aprender a atacar a variante sem prejudicar o carro”.

“Estamos na liderança da GT4, mas ainda falta a segunda metade do campeonato e muita coisa pode acontecer. Vamos para esta abertura da segunda fase com a mesma determinação do começo e procurando nos manter na briga pelo título”, encerra Caio Lara. Fábio Greco, parceiro de pilotagem de Valter Rossete, espera repetir o sucesso alcançado na primeira passagem por Interlagos, um segundo lugar e uma vitória durante a primeira etapa.

“Neste ano tivemos nosso melhor resultado na pista em Interlagos, no começo do ano, ainda com o Ferrari Challenge. Desde então, começamos o desenvolvimento do Maserati Gran Turismo e estamos melhorando a cada etapa. A equipe está trabalhando muito em cima do carro e acredito que vamos voltar a brigar pela vitória aqui em São Paulo”. Fábio Greco conclui falando sobre a influência que a chicane terá na disputa.

“Para nós a chicane deve atrapalhar um pouco. O Maserati tem um motor grande e que nos beneficiaria muito na subida após a junção, porém, com a variante agora vamos perder um pouco desta vantagem. Mas tudo bem, a utilização dela é importante e vamos competir em busca da nossa primeira vitória com este novo carro”, destaca Fabio Greco. Em situação parecida, Alan Hellmeister, parceiro de Sérgio Laganá em um Ferrari Challenge, espera melhorar sua posição na tabela de pontos.

“Interlagos é uma pista importante para o nosso carro, que casa bem com suas características, e onde eu e o Sérgio tivemos nosso melhor resultado neste ano, quando vencemos uma corrida e chegamos em segundo na outra durante a primeira etapa da temporada. Teremos algumas novidades de equilíbrio de desempenho no carro, como os novos pneus traseiros, mas prefiro esperar os treinos para ver como estaremos realmente”, afirma Alan Hellmeister.

Fotos: Fernanda Freixosa – Divulgação.