Líderes ansiosos para abertura da segunda metade da temporada da GT Brasil

24 de agosto de 2011

Neste final de semana, a GT Brasil volta ao Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, para a sexta etapa da temporada 2011. A rodada dupla abre a segunda metade do campeonato, que tem a liderança de Valdeno Brito e Matheus Stumpf, de Ford GT, com um ponto a mais do que Cláudio Ricci e Rafael Derani, de Ferrari F458, e oito à frente de Cleber Faria, que pilota um Lamborghini Gallardo LP560. Mas, a menos de uma vitória de distância, ou seja, 20 pontos, também aparecem Xandy e Xandinho Negrão, de Lamborghini Gallardo LP600, e Pedro Queirolo, de Corvette Z06R.

É exatamente por essa pequena diferença na tabela que Valdeno Brito acredita não haver favoritos. “A disputa está muito acirrada. Eu tenho dito que não há favoritos, já que várias duplas e carros possuem chances de vencer. Por isso, é muito importante ter um carro confiável”, destaca o piloto, que não acredita que terá vantagem por já conhecer a nova chicane do circuito, inédita para a GT Brasil. “Eu já conheço, mas em poucas voltas os pilotos vão pegar a mão. São todos experientes o suficiente para isso. Não acredito que terei vantagem”.

“E o Ford também não, já que o forte dele não é a velocidade de reta. Mas vamos para ganhar e estou ansioso pela corrida”, conclui Valdeno Brito. Na caça aos líderes e ainda em busca da primeira vitória do ano, Cláudio Ricci espera sair de Interlagos em primeiro lugar. “Passar o Valdeno e o Matheus não é uma tarefa fácil, mas o Rafael treinou em São Paulo semana passada com o nosso carro e acredito que estaremos mais fortes. Nossa meta é sair de Interlagos líderes do campeonato, mas, claro, ao mesmo tempo buscando a primeira vitória no ano”.

“Eu ainda não pude andar na chicane, mas teremos bastante tempo para treinar até a corrida e por isso não acho que teremos dificuldades em acertar o carro e pegar a manha dela. É um ingrediente a mais de uma corrida que deve ser muito disputada”, acrescenta Claudio Ricci. Na primeira passagem da GT Brasil por São Paulo, em abril, as vitórias ficaram divididas entre Xandy Negrão e Xandinho Negrão, na época ainda com o Audi R8 LMS, e Marcelo Hahn e Allam Khodair, pilotando um Lamborghini Gallardo LP600.

Fotos: Fernanda Freixosa – Divulgação.