Abandono prematuro de Daniel Oliveira no último dia do Rally da Austrália

11 de setembro de 2011

A estreia de Daniel Oliveira e Carlos Magalhães no Rally da Austrália não terminou como eles esperavam. A dupla do BWRT teve que abandonar cedo um rally que se tornou em um dos mais célebres do ano pela grande quantidade de acidentes que aconteceram durante o final de semana.

Daniel começou o 3º e último dia de ação depois de ter completado todas as especiais de sábado o que aumentou a sua confiança para enfrentar as últimas seis especiais desta 10ª etapa do Campeonato Mundial de Rally FIA.

Na especial de abertura deste 3º dia, a SS21 Bucca (14,83km), o piloto brasileiro fez o 13º tempo para superar o Ford Fiesta de Ken Block por 6,2 s o que significou um belo começo para as aspirações pessoais de Daniel neste domingo.

Lamentavelmente depois de passar pela primeira parcial da SS22 Plum Pudding (30km) Oliveira escapou da estrada e o carro sofreu danos que impediram a sua volta à prova.

Daniel não pode aproveitar uma boa oportunidade de aumentar a sua quilometragem e continuar melhorando na sua curva de aprendizagem. Também perdeu a oportunidade de correr o Power Stage onde muitos fanáticos australianos esperavam poder se despedir do piloto que tinha o único MINI John Cooper Works WRC da prova. “Tivemos um dia muito curto. A primeira especial do dia foi muito boa. Na segunda especial cortamos uma curva um pouco antes e o carro derrapou. Batemos em uma árvore e ali terminou a nossa prova. O importante é que continuamos somando quilômetros, ainda mais em um rally tão técnico e exigente como o da Austrália. Foi um rally difícil para todos, com muitas variantes, chuva, lama e acima de tudo o fato de ter sido um traçado completamente novo. Agora temos que pensar nos nossos próximos compromissos que vão acontecer no asfalto,” disse.

Na sua próxima etaoa do WRC, Daniel vai retornar ao asfalto europeu para o Rally da França que será disputado na região da Alsácia entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro. Depois ele irá para a Espanha que terá o mesmo tipo de pavimento.

Foto:   Divulgação.