Losacco e Gomes fazem dobradinha em Curitiba

25 de setembro de 2011

Os paulistas Giuliano Losacco e Marcos Gomes conquistaram as duas primeiras posições na 10ª etapa do Trofeo Linea, realizada neste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais. A dupla da Pater Racing superou as condições adversas da pista, escorregadia devido à garoa que caiu antes da largada, e comemorou o resultado que permitiu a Losacco assumir a vice-liderança do campeonato.

Com largadas agressivas, tanto Losacco como Gomes já ocupavam as duas primeiras posições na terceira volta, quando a corrida teve a intervenção do Safety Car para o resgate do paulista Ricardo Sargo, que capotou seu carro. Quando a prova foi reiniciada, os dois sustentaram as posições e só foram pressionados nas últimas voltas por André Bragantini, que recebeu a bandeirada em terceiro mas foi punido pela direção de prova com 20 segundos ao tempo final por um toque em Popó Bueno. O catarinense Leonardo Nienkötter herdou a terceira colocação.

Losacco saiu em 3º por ter chegado em 6º na bateria da manhã – o regulamento utiliza o sistema de grid invertido dos oito primeiros colocados da primeira corrida. “Larguei bem e fui para segundo, mas a pista estava muito escorregadia e complicada de pilotar. Consegui passar o Popó e tomar a liderança, mas logo entrou o Safety Car. Quando a prova recomeçou, o asfalto secou e só tive de me preocupar com o Marquinhos e o Bragantini, que estavam mais rápidos atrás de mim”, disse. “Agora vamos lutar para garantir a segunda colocação no campeonato na rodada final no Velopark”, concluiu o piloto, que voltou ao alto do pódio depois da vitória da etapa passada em Interlagos.

Depois de obter o 10º lugar na 9ª etapa, Marcos Gomes fez uma largada incrível na corrida seguinte, ganhando sete posições no início. Na terceira passagem ele assumiu o segunda lugar ao superar Popó Bueno e comboiou Losacco até o final. “Quando a luz vermelha apagou passei uns quatro carros no na largada. Fui por fora na freada da primeira curva, ganhei mais posições e completei a primeira volta em terceiro. No final estava próximo do Giuliano, mas não ia tentar nada pois ele está nas primeiras posições do campeonato e eu só disputei as últimas três etapas. O resultado foi muito bom para mim e fantástico para a equipe”, contou Gomes.

Com a vitória na 9ª etapa, Cacá Bueno garantiu de maneira antecipada o bicampeonato do Trofeo Linea. Na última rodada, marcada para 30 de outubro no Velopark (RS), Losacco decidirá o vice com Popó e Allam Khodair, que bateu na corrida inicial, danificou o carro e sequer alinhou na segunda.

O resultado da 10ª etapa:

1º) GIULIANO LOSACCO – 15 voltas em 27MIN05S257
2º) MARCOS GOMES – a 0S304
3º) LEONARDO NIENKOTTER – a 3S957
4º) CACÁ BUENO – a 4S515
5º) FERNANDO NIENKOTTER – a 5S015
6º) CLEMENTE FARIA JR. – a 5S300
7º) ROGÉRIO MOTTA – a 6S716
8º) POPÓ BUENO – a 7S245
9º) ULISSES SILVA – a 8S963
10º) ALESSANDRO MARCHINI – a 15S284
11º) MARCOS RAMOS – a 16S183
12º) BETINHO SARTORIO – a 16S647
13º) ANDRÉ BRAGANTINI – a 20s580
14º) CESINHA BONILHA – a 26S774
15º) ROGÉRIO CASTRO – a 4 VOLTAS
16º) CHRISTIAN FITTIPALDI – a 4 VOLTAS
Não completou
RICARDO SARGO

Melhor volta: Cacá Bueno em 1min30s308 (média de 147,296 km/h)

Classificação do campeonato:

1º Cacá Bueno – 118
2º Giuliano Losacco – 70
3º Popó Bueno – 61
4º Allam Khodair – 57
5º Leonardo Nienkotter – 49
6º Fábio Carreira – 44
7º André Bragantini – 40
8º Clemente Faria Jr. – 39
9º Christian Fittipaldi – 34
10º Cesinha Bonilha – 32
11º Marcos Gomes – 26
12º Alceu Feldmann – 20
13º Ulisses Silva – 16
14º Fernando Nienkotter – 15
15º Alan Hellmeister e Hoover Orsi – 14
17º Betinho Sartório – 8
18º Serafin Jr. – e Alessandro Marchini – 6
20º Rick Rosin – 5
21º Luciano Kubrusly e Rogério Castro – 4
23º José Vitte e Rogério Motta – 3
25º Wellington Justino – 1

Fotos: José Mário Dias/Divulgação.