Previsão é de piso molhado na Copa Peugeot

7 de outubro de 2011

Piso molhado e trechos que permitem altas velocidades. Essa é a combinação que deverá prevalecer durante todo o fim de semana na 6ª etapa, a penúltima da temporada 2011 da Copa Peugeot – Rali de Velocidade, em Ponta Grossa (PR). Ainda sem informações técnicas sobre a prova a dupla Rodrigo Mello e Pedro Eurico usa das experiências em ralis para esboçar a estratégia para o fim de semana. Mello/Eurico lideram o campeonato na categoria 206 com 15 pontos de vantagem para os vice-líderes.

Desde a semana passada, são freqüentes as pancadas de chuva na cidade do interior do Paraná. Assim, a melhor estratégia é a cautela. “O piso molhado dificulta para todo mundo e pode deixar a prova mais perigosa. Nestas condições é mais fácil errar, uma vez que a margem de segurança fica menor”, adianta o navegador Pedro Eurico.

A dúvida que paira, e que só começará a ser resolvida após o levantamento na manhã de sábado (8), é sobre o quão rápido estará o trecho. “A direção de prova, na tentativa de preservar o sigilo dos trechos, uma vez que muitas equipes são da região, está escondendo bastante o jogo sobre o percurso. Não dá pra saber ainda se, mesmo com o piso molhado, a especial ficará rápida”, comenta o piloto Rodrigo Mello.

Em suma, o piso molhado inspira ter mais cuidado. As equipes precisarão de perspicácia para sentir o piso e o comportamento do carro na primeira passagem. “Acelerar antes disso pode ser arriscado demais e a gente não precisa arriscar agora. A cabeça está na prudência, pois o fim de semana tem oito especiais e não apenas uma”, encerra Eurico.

A programação da 6ª etapa da Copa Peugeot – Rali de Velocidade começa nesta sexta-feira (7) com a vistoria dos carros e o desfile das equipes pela cidade. No sábado, a largada para a primeira especial ocorre por volta das 13 horas e no domingo a partir das 8 horas.

Foto: Fábio Davini/Divulgação.