Rubinho mantém vivo o sonho de vitória no Brasil

21 de março de 2012

Rubens Barrichello estreia na Fórmula Indy no próximo fim de semana na disputa do Grande Prêmio de São Petersburgo (EUA). Rubinho chega à Indy em busca do sonho de vencer no Brasil em uma categoria de ponta depois de ter chegado perto durante sua carreira na Fórmula Um.

No GP Brasil de Fórmula 1, Rubinho viveu momentos de grande frustração. Pole Position três vezes (2003, 2004 e 2009), seu melhor resultado acontece em 2004, quando sobe ao pódio na 3ª posição. Em 19 GPs do Brasil de Fórmula 1, Rubinho abandonou 11, sendo nove consecutivos (1995 a 2003).

Barrichello volta a ser o centro das atenções de grande parte do público brasileiro aficcionado pelas corridas e a estreia na Indy em São Petersburgo juntamente com as três corridas antes da São Paulo Indy 300 (29 de abril no Anhembi) servem de preparação para uma possível vitória no Brasil.

As maiores esperanças de Rubinho recaem sobre a nova situação da categoria. A Indy vive um clima de expectativa. Com um novo carro (equipado com freios de carbono, nos quais ele se tornou especialista na F1), e com a entrada de três fornecedores de motor, a Indy se torna um campeonato no qual a relação de forças ainda vai se estabelecer. Nesse contexto, Barrichello se vale de sua experiência, de sua velocidade e também de seu um conhecimento técnico e o reconhecido talento para acertar carros que podem fazer a diferença.

Em 2011, sua equipe, a KV Racing, não obteve vitórias. Os melhores resultados foram o segundo lugar de Tony Kanaan em Iowa e dois terceiros, também do piloto brasileiro, em São Petersburgo e Baltimore, além da pole position em Las Vegas. Também pela KV, o japonês Takuma Sato foi pole em Edmonton e Iowa. Barrichello chega com a missão de melhorar esse cenário.

Foto: Benito Santos

Tags: