Alonso vence e assume liderança

25 de março de 2012

Por Robério Lessa – Em uma corrida marcada pela forte chuva, o piloto Fernando Alonso conquistou a vitória no Grande Prêmio da Malásia de Formula Um, disputado neste domingo (25), em Sepang.

O brasileiro Bruno Senna conquistou seus primeiros pontos na temporada e levou a Williams para a sexta colocação, mancando seus primeiros pontos no ano.

A vitória de Alonso ajuda a amenizar a crise na Ferrari, que já prepara um carro novo para substituir o atual modelo que nascera com sérias limitações aerodinâmicas.

Quem também se destacou na corrida foi o mexicano Sergio Perez, da Sauber, que chegou a ameaçar a vitória do espanhol, mas terminou a prova em segundo. Lewis Hamilton ficou em terceiro.

O grande temor dos pilotos acabou se confirmando e a grande quantidade de água dentro da pista motivou a entrada do safety car (carro de socorro) na sétima volta. Após duas voltas a corrida foi interrompida por mais de uma hora quando, enfim, a chuva deu uma trégua e os pilotos partiram para a relargada.

Foi aí que começou a aparecer  a sorte de Fernando Alonso. Jenson Button, em manobra pouco comum do britânico, bateu no carro de Karthikeyan. Com isso jogou fora a chance de lutar pela vitória, já que havia sido um dos primeiros pilotos a trocar os pneus para enfrentar as condições da pista após a relargada.

Sebastian Vettel também não conseguiu marcar pontos devido a um choque com uma HTR. Seu companheiro de Red Bull, o australiano Mark Webber chegou em quarto à frente de Kimi Raikkonen (Lotus) e Bruno  Senna  (Williams).

Como a pista secando, Perez iniciou uma perseguição fantástica à Alonso, cujos pneus apresentavam desgastes.  Antes da Sauber  atacar, o espanhol entrou nos boxes e colocou pneus para pista seco, e reabriu uma vantagem de cinco segundos. Peres, no entanto, voltou a andar  mais rápido do que a Ferrari e começou a nova disputa pela liderança de Alonso, andando na cola da Ferrari ​com sete voltas para o final.

Foi quando se ouviu uma mensagens de rádio da equipe Sauber pedindo para Sérgio não prejudicar o segunda lugar e levar o carro da equipe suiça, que usa motores Ferrari, para o final da prova. Em seguida, Peres cometeu  um erro que o fez perder cinco segundos. O mexicano não teve voltas suficientes para alcançar Alonso e ficou no segundo posto.

A mensagem da equipe Sauber, via rádio, vai dar motivos para nova polêmica em torno do resultado final da corrida malaia. Era notório que o desempenho de Perez era melhor que o de Alsonso, assim, permanecerá a dúvida se o mexicano poderia ou não ter superado a Ferrari do espanhol se  não tivesse ouvido a mensagem: “Sérgio, precisamos muito desse resultado”.

Para ampliar essa polêmica, além da usar os motores italianos, Sérgio Perez pertence a escola de formação de pilotos da Ferrari, e, neste ano, já foi apontado como substituto de Felipe Massa na escuderia italiana.

Após conquistar seus primeiros pontos na temporada, o brasileiro Bruno Senna disse que a Williams pode evoluir ainda mais, e que o resultado de hoje foi resultado de muito trabalho.

“Estou feliz pelo resultado de hoje. O começo foi meio complicado, mas tive de construir na pista, volta à volta, a cada ultrapassagem. Nossa colocação mostra que o carro está evoluindo, mas ainda temos muito a melhorar”, disse o piloto que venceu a disputa interna com o venezuelano Pastor Maldonado, seu colega na escuderia britânica.

O outro brasileiro na prova, Felipe Massa, ficou na décima-quinta colocação.

Confira o resultado final do Grande Prémio da Malásia:

Sepang, Malásia; 56 voltas; 310.408km.

 1. Alonso Ferrari 2h44: 51,812
2. Perez Sauber-Ferrari + 2,263
3. Hamilton McLaren-Mercedes + 14,591
4. Webber Red Bull-Renault + 17,688
5. Raikkonen Lotus-Renault + 29,456
6. Senna Williams-Renault + 37,667
7. Di Resta Force India-Mercedes + 44,412
8. Vergne Toro Rosso-Ferrari + 46,985
9. Hulkenberg Force India-Mercedes + 47,892
10. Schumacher Mercedes + 49,996
11. Vettel Red Bull-Renault 1:15.527 +
12. Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 1:16.800 +
13. Rosberg Mercedes 1:18.500 +
14. Button McLaren-Mercedes 1:19.700 +
15. Massa Ferrari 1:39.300 +
16. Petrov Caterham-Renault + 1 volta
17. Glock Marussia-Cosworth + 1 volta
18. Kovalainen Caterham-Renault + 1 volta
19. Maldonado Williams-Renault + 2 voltas
20. Pic Marussia-Cosworth + 2 voltas
21. Karthikeyan HRT-Cosworth + 2 voltas
22. De la Rosa HRT-Cosworth + 2 voltas

Volta mais rápida: Raikkonen, 1:40.722

Não classificados:
Kobayashi Sauber-Ferrari 47
Grosjean Lotus-Renault 4

Confira a classificação do Mundial de Pilotos após a prova de hoje:

1. Alonso 35 – Pontos
2. Hamilton 30 – Pontos
3. Button 25 – Pontos
4. Webber 24 – Pontos
5. Perez 22 – Pontos
6. Vettel 18 – Pontos
7. Raikkonen 16 – Pontos
8. Senna 8 – Pontos
9. Kobayashi 8 – Pontos
10. Di Resta 7 – Pontos
11. Vergne 4 – Pontos
12. Hulkenberg 2 – Pontos
13. Ricciardo 2 – Pontos
14. Schumacher 1 – Ponto

Classificação do Mundial de Construtores:

1. McLaren-Mercedes 55 Pontos
2. Red Bull-Renault 42Pontos
3. Ferrari 35 Pontos
4. Sauber – Ferrari 30 Pontos
5. Lotus-Renault 16 Pontos
6. Force India-Mercedes 9 Pontos
7. Williams-Renault 8 Pontos
8. Toro Rosso-Ferrari 6 Pontos
9. Mercedes 1 Ponto

Fotos: Scuderia Ferrari – Sauber F1 – Williams/Divulgação.

Tags: