Saudades do Velho Pedro

30 de março de 2012

Acompanhe  mais uma coluna Velocidade, do jornalista Robério Lessa.

Nascida a partir da idéia de por um carro de sua criação disputando provas, o engenheiro e projetista Pedro Virgínio Barbosa reuniu um time de talentos para compor uma das equipes mais competitivas da Super Turismo 2008. Nascia assim a Próton Racing Team, movida pela determinação e pela paixão pelo automobilismo.

Hoje, quando estamos próximos a completar três meses de sua passagem, não há como deixar de lembrar do mago das pistas cearenses ao ver os ST no Autódromo Virgílio Távora, no Eusébio, durante o primeiro treino livre para a abertura da temporada de 2012 do automobilismo cearense.

No ST 22 amarelo e azul, Pedrinho Virgínio, filho e herdeiro de Pedro na arte de pilotar e desenhar carros, foi o mais rápido da Superturismo, nesta sexta (30) com o tempo de 1’27”.767.

Confesso que fiquei feliz ao ver na face de Pedrinho o sorriso no rosto e o olhar que há muito não via em seus olhos (desde sua última vitória), um olhar de confiança, de saber que tem o carro nas mãos e que pode lutar pelo mais alto posto do pódio.

Pedrinho não corre só.

Se o “Velho Pedro” não está mais nos boxes, fisicamente, é no seu coração, na sua mente que ele carrega todos os ensinamentos que ouviu do pai.

Ainda é estranho entrar no Eusébio e não me deparar com o “Dr. Pedro”, como costumava chamá-lo. Sinto um imenso vazio, mas sei que se ele estivesse ali iria perguntar se eu já sabia dos tempos, ou se estava tudo pronto para a transmissão da corrida.

Saudades.

Nunca esquecerei do amigo, assim como muitos que o conheceram nunca deixarão de lembrar do que ele construiu em nome do automobilismo.

Se Pedrinho vai ganhar, não sei. Mas seria a melhor forma de homenagear seu pai em sua primeira corrida após sua passagem.

Na foto, o registro da última corrida que Pedro Virgínio participou. Neste dia Pedrinho venceu a corrida matutina, e chegou em segundo na etapa da tarde.

Foto: Robério Lessa

Tags: