Genz vence e reduz diferença para dois pontos

14 de abril de 2012

Vitor Genz fez o que podia: largou na pole, liderou de ponta a ponta e cruzou em primeiro lugar na bandeirada final da primeira prova da rodada tripla que o Mini Challenge realiza neste fim de semana (14 e 15) no Autódromo Internacional de Curitiba, situado em Pinhais, nos arredores da capital paranaense. Mas Raphael Abbate também mostrou serviço: depois de largar apenas em quarto devido a problemas com os pneus nas tomadas de tempo, o piloto paulista chegou a ocupar a quarta posição mas, para escapar de um acidente, cedeu duas posições, terminando em sexto. Com o resultado, Abbate continua líder. Mas apenas por dois pontos. Logo mais, às 14h10, a categoria volta à pista para a segunda prova do dia, que promete muita emoção na disputa pela liderança do torneio. O Mini Challenge nunca esteve melhor.

Agora, o líder Raphael Abbate soma 76 pontos, contra 74 de Vitor Genz – sendo possível conquistar um máximo de 50 nas outras duas corridas que compõem o fim de semana. Além do domínio completo da prova, outro fator que colaborou para que Genz encostasse definitivamente no ponteiro foi a dificuldade enfrentada por Abbate ao longo das 16 voltas da corrida: “Os carros estavam andando em um ritmo muito semelhante e por isso progredir lá do nono lugar não foi fácil”, registrou Raphael, que vinha “embolado” em um dos pelotões mais aguerridos da corrida, composto por ele, Yuri Alves, José Mário de Castilho, Rodrigo Hanashiro e Kreis Júnior. “Meu carro também não estava perfeito, saía muito de frente, então não foi mesmo fácil. Na penúltima volta, o carro 77 (Aleandro Fortunato) bateu com o José Castilho e quase capotou. Desviei e com isso perdi duas posições. Agora, para a segunda corrida, acho que vai ser melhor por que vou largar mais à frente, então não o risco de levar batidas é menor”.

“Ligado” no rádio – Vitor Genz dominou amplamente a corrida, a ponto de administrar a vantagem com tranquilidade. “Depois de ser o melhor nos três treinos livres e também nas tomadas de tempo para o grid, vencer foi sensacional”, disse ele. “Com o Abbate em sexto, ficamos praticamente empatados. Eu perguntava pelo rádio qual a posição que ele ocupava. Alcancei meu objetivo nessa corrida, que era diminuir a diferença de pontos entre nós. Agora é tentar repetir isso na corrida de hoje à tarde”.

Confira o resultado da prova:
1º) Vitor Genz, 16 voltas em 27min47s066
2º) Yuri Alves, 27mini48s258
3º) José Mário de Castilho, 27min49s489
4º) Rodrigo Hanashiro, 27min49s831
5º) Kreis Júnior, 27mini52s078
6º) Raphael Abbate, 27min52s393
7º) Rolf Gemperli, 27min52s944
8º) Gabriel Correa, 27min53s651
9º) Matheus Wolfart, 28min46s855 (14 voltas)
10º) Aleandro Fortunato, 23min02s409 (13 voltas)

Classificação do MINI Challenge após a primeira prova da rodada tripla de Curitiba:
1) Raphael Abbate, 76
2) Vitor Genz, 74
3) A. Fortunato/W. Freitas, 52
4) José Mário de Castilho, 48
5) Eduardo Sheer, 38
Yuri Alves, 38
7) Rolf Gemperli, 35
8) Kreis Júnior, 33
9) Rodrigo Hanashiro, 32
10) A. Amaral/M. Wolfart, 30
11) Gabriel Correa / Zander Fabio, 29
Furlanetto/Castro/Augusto, 29
12) Cristian Mohr, 22
13) Rafael de Sá/C. Taurisano, 9

Foto: Luca Bassani / Divulgação.

Tags: