Estratégia agressiva é arma de Helio Castroneves

28 de abril de 2012

Helio Castroneves e seu estrategista John Erickson deverão adotar uma estratégia mais agressiva para a quarta etapa do IZOD IndyCar Series, que acontecerá neste domingo no Circuito Anhembi, em São Paulo. A pole position foi conquistada pelo australiano Will Power, do Team Penske.

Depois de um ganho de performance entre o primeiro e segundo treinos livres, um acidente nessa última prática resultou em danos para a suspensão traseira do Penske Logistics Dallara DW12 Chevrolet V6 #3.

Embora os mecânicos do Team Penske tenham trabalhado rápido e trocado todo o sistema no tempo necessário para que o vice-líder do campeonato participasse do Qualifying, faltou tempo para os ajustes necessários. Isso comprometeu o equilíbrio do carro e o piloto brasileiro optou por não correr riscos de um novo acidente.

“Começamos os trabalhos muito bem, com o carro melhorando com os testes de molas e amortecedores que fizemos. O acidente no Practice 2 foi uma pena, mas poderia ter sido evitados se as zebras não fossem tão altas”, disse Castroneves, ressaltando que o trabalho que foi feito seguiu a orientação da IndyCar, que optou por esse modelo de zebra. “Para amanhã, o negócio é partir para cima. Na minha situação atual, eu prefiro que chova”, finalizou.

Na reunião entre os pilotos e a direção de prova, foi anunciado que está sendo estudada a possibilidade de a largada acontecer ao meio dia, significando a antecipação em 30 minutos. O motivo é a perspectiva de chuva, mas a confirmação ocorrerá apenas no domingo, com a atualização da previsão do tempo.

Foto: Alexandre Carvalho/Fotoarena/Divulgação.

Tags: