Charlie Whiting revela que FIA pretende aumentar segurança dos pilotos

21 de maio de 2012

Charlie Whiting, diretor de prova da Fórmula Um, revelou à ‘BBC’ que a Federação Internacional de Automobilismo ( FIA) continua à procura de métodos para a melhoria da proteção da cabeça dos pilotos.

Desde que o jovem Henry Surtees, filho do campeão de F1 e motos, John Surtees morreu em Brands Hatch, vítima de um pneu ‘perdido’ que lhe acertou em cheio na cabeça, poucos dias antes de Felipe Massa ser atingido por uma peça solta de um carro que andava à sua frente no GP da Hungria de 2009, que a FIA começou uma nova cruzada para melhorar a segurança: “Tem que ser feito algo que impeça um piloto de ser atingido por uma roda solta ou qualquer outra peça. Há várias soluções possíveis, mas continuamos ponderando os prós e contras.”, disse Whiting.

A solução que foi estudada o ano passado, que constituía na cobertura do cockpit foi abandonada não só por ser muito impopular (a F1 sempre esteve associada a um cockpit aberto), mas também devido a problemas de segurança, como na dificuldade da extração do piloto em caso de acidente.

Fonte: F1Mania.

Tags: