É bom e é de graça!

22 de maio de 2012

Acompanhe aqui no Carros e Corridas mais uma Coluna Velocidade Cearense, do jornalista Robério Lessa.

Hoje escrevo sobre o Campeonato Cearense de Kart, que vive uma de suas melhores fases. O segredo disso é a soma de vários fatores a começar pela vontade dos pilotos em vencer as provas.

No sábado passado (19), no Kartódromo Júlio Ventura, assisti a uma das mais disputadas etapas do Kart Cearense, e isso já era esperado porque desde os treinos livres o que se vira foram os pilotos andando sempre na mesma marca, separados por centésimos de segundo.

Foi de encher os olhos de quem dedicara um tempo na sua agenda para ver as duas baterias do dia. Mesmo que fosse cobrado ingresso, qualquer valor seria pouco diante do espetáculo promovido pelos atores daquela tarde. A gratuidade para ver boa corrida já se basta para atrair público, aliando isso ao alto nível da competição, perder uma oportunidade dessas é um pecado quase que mortal para quem se diz apaixonado por corridas.

No Ceará a competição tem sido cada vez mais profissional e isso vai render frutos para o estado daqui ha alguns anos. Já em 2012 Márcio Dobel foi terceiro colocado na Copa das Federações de Kart na categoria Fórmula 400, e Leonardo Soares, o sexto. Marcus Vinícius – Kinho também foi sexto na Graduados “A” (dois tempos).

O valor do preparador – Além do valor dos pilotos esses resultados têm a mão dos preparadores e mecânicos locais que não deixam nada a dever as feras do cenário nacional. Quem concorda com o que digo é um dos mais renomados profissionais do Brasil, o “Bico”, preparador de kart consagrado e requisitado por nomes como Barrichello, Bia Figueiredo, e Felipe Massa só para ficar com esses três. Bico prepara o kart de três pilotos no Ceará. Leonardo Soares, Vitor Frota, e Rodrigo Frota. Na pista a união de Bico e Leonardo começa a aparecer. O piloto foi pole e, apesar de terminar o dia na segunda colocação, mostrou que seu kart está afinado e é um dos favoritos para a próxima etapa.

Mas a dupla tem de superar outra que está se mostrando imbatível. Guilherme e Márcio Dobel. Os dois não conhecem outro resultado se não a vitória em 2012. Márcio parece ter encontrado o caminho da vitória junto de seu preparador e seu novo chassi Techspeed, deixando para Leonardo a tarefa de superá-lo para dar a primeira vitória do ano aos chassis Mini.

Os chassis – A briga dos chassis é outro componente da equação que resulta em um campeonato de sucesso. A Mini e a PPK acordaram para o mercado local e decidiram investir em dois pilotos como representantes oficiais da marca. A primeira tem Leonardo Soares, e a PPK seu irmão Lutiane Soares, que ainda não conseguiu a pontuação que queria, mas tem se aplicado em acertar o novo chassi, já que nunca havia corrido com o da marca. Nesta etapa ele mostrou desempenho melhor que na primeira corrida, porém a sua evolução veio junto com a de muitos outros concorrentes, o que vai dar mais trabalho ao piloto que gosta de botar a mão na graxa e junto com a equipe participar diretamente do acerto.

No Cearense de Kart as fábricas de chassi estão assim representadas: Mega e Birel também PPK – Lutianne (Piloto de Fábrica). Techspeed – Marcio Dobel, Marcus Vinícius (Kinho).
Birel- Thiago Ailec. Mega- Rafael Ataíde, Stenio Junior, Marcos Henrique. Mini- Leonardo Soares (Piloto de Fábrica), Elias Leite, Diego Zeballos, Flávio Jr. Miguel Figueiredo, Darcy Pinho, Pedro Porto, Eduardo Mourão, Felipe Salgueiro, Igor Ribeiro, Igor Figueiredo, Artur Moreira, Breno Almeida, Rodrigo Frota, Vitor Frota, e José Alves.

Dr. Elias – Elias Leite, veterano campeão, divide a segunda colocação do certame com Leonardo Soares e mantém a constância a cada etapa. Com a experiência de quem conquistou os título da Fórmula 400 em 2009 e 2010, Dr. Elias, como é conhecido, também é forte candidato ao título deste ano. Palavras de Márcio Dobel, que lidera a disputa, colocam o piloto como um de seus mais fortes adversários. Em um campeonato com oito etapas, seis ainda a disputar, e dois descartes, liderar a tabela no início do ano não significa nada.

Junto de Elias, Leonardo e Márcio, dois outros pilotos não podem ficar de fora da relação dos que almejam o título. Jovens e talentosos eles enchem os olhos de seus pais e da torcida com manobras arrojadas e desempenho de causar inveja a qualquer marmanjão. Marcus Vinícius – Kinho e Pedro Porto estão empatados na quarta colocação e vão ter de superar primeiramente Marcos Henrique, o terceiro colocado, mais um que chega para querer sua fatia do bolo na Fórmula 400.

Na Light – Saindo da Fórmula 400 para a Fórmula 400 Light o panorama das brigas permanece o mesmo. Com Diego Zeballos liderando a categoria que reúne experiente pilotos do automobilismo, como Eduardo Mourão, Vitor Frota, Rodrigo Frota, Elizeu Santos e Diogo Cavalcante, este último vindo do Rally e conquistando o pódio em sua corrida de estreia.

Com uma vitória e um terceiro lugar Diego sabe que precisa pontuar e manter a regularidade, pois já viu que novos pilotos chegam com vontade, como é o caso de Igor Ribeiro, vencedor da segunda etapa, sua primeira conquista no Kart Cearense em seu segundo ano de competição profissional. Em 2011, Igor participou de duas etapas apenas.

Foi na light que aconteceram os acidentes mais preocupantes, mas que felizmente não causaram grandes danos aos pilotos, fora algumas dores nas costas e um hematoma nos braço e nas pernas. Ainda na classificação, Flávio Lins Jr. capotou seu kart 18 após bater na roda traseira do kart de Felipe Salgueiro ao surpreendido pela repentina desaceleração deste. Mesmo com dores o piloto competiu e chegou em quinto lugar. Felipe abandonou a prova com dores no braço após escapar em uma curva.

Matheus Moreira foi outro que viu seu kart sem chão. Literalmente o piloto ficou suspenso no ar após ter sido tocado por trás e bater na traseira do kart de Marcus Henrique, que nada sofrera. Na foto o kart 44 de Matheus aparece enroscado com Eliseu Santos (que também subiu ao pódio em sua estreia no Cearense de Kart), veterano piloto do Espírito Santo.

É por tudo isso que deixo o convite para a próxima etapa da competição, que será realizada no dia 23 de junho, um sábado.

É bom e é de graça!

Fotos: Robério Lessa.

Tags: