Lotus Evora vence sua primeira prova na GT4

27 de maio de 2012

Leonardo Burti e Valter Pinheiro voltam a vencer na GT4. A dupla superou os problemas enfrentados durante a corrida do sábado no Lotus Evora e conseguiu mostrar o potencial do novo carro durante a disputa no Autódromo Internacional de Curitiba, no Paraná, neste domingo (27). Com um Ferrari Challenge, William Freire e Duda Oliveira chegaram em segundo e Alan Hellmeister e Sérgio Laganá completaram o pódio com um Aston Martin Vantage, três carros diferentes nas três primeiras colocações.

“Durante a corrida eu só torcia para não quebrar novamente, porque tínhamos um bom ritmo e conseguiríamos vencer”, disse Leo Burti. Mesmo diferente do Ginetta G50 que a dupla utilizou no ano passado, as características dos carros são muito parecidas. “O Ginetta é um carro rápido e a Lotus tem o mesmo estilo, mas tem mais potencia e é mais fácil de trabalhar. É rápido, está evoluindo e pretendemos incomodar bastante os nossos adversários, apesar da vantagem que eles tem na tabela de pontos”, completou Leo.

Dupla de Burti, Valter Pinheiro ressaltou o resultado e lembrou dos problemas na largada. “Depois da confusão na reta, ter conseguido escapar foi uma sorte muito grande. Esta vitória foi muito especial, porque estamos com dificuldades com o carro. O desenvolvimento está sendo penoso, estamos em contato direto com os engenheiros da Lotus, mas estamos evoluindo aos poucos. Sabemos que o potencial do carro é para andar entre os primeiros”, contou o carioca.

Outro que voltou ao pódio foi William Freire, que estreou ao lado de um novo companheiro e em um novo carro. Dividindo o Ferrari Challenge com Duda Oliveira, chegou à segunda colocação na corrida de hoje. “O carro é muito diferente do Ginetta e ainda estou me adaptando. O carro é manhoso e o composto dos pneus faz com que a gente pilote o tempo todo no limite. Ainda temos muito a aprender sobre ele”, comentou William.

Duda Oliveira acredita que o resultado da corrida poderia ter sido um pouco diferente se a largada tivesse sido melhor. “Tinha condições de vencer, mas perdi muito na largada e acho que isso foi decisivo. Depois tivemos um problema que a quinta marcha escapava, tomei um susto, acabei saindo da pista, mas o resultado foi muito importante para o campeonato, principalmente depois de termos perdido a primeira etapa” disse Duda.

O pódio da corrida foi completado pelo Aston Martin Vantage da dupla Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, que queimou a largada e recebeu uma punição de passagem pelos boxes. “Eu acabei acelerando um pouco antes e recebi a punição, mas eu estava bem na corrida. Caí para terceiro depois de cumprir a passagem pelos boxes e entreguei o carro para o Alan perto dos primeiros. O carro estava muito melhor que ontem e poderíamos ter vencido”, disse Laganá

Além da punição de Sérgio, Alan Hellmeister também teve que cumprir uma passagem pelos boxes. “Eu errei feio e queimei um dos radares na saída dos boxes. No final, tomar duas penalizações e chegar em terceiro é ótimo. Somos os líderes dos campeonato, então vamos continuar trabalhando. A equalização dos carros está ótima e vamos correr sempre pensando em manter a liderança do campeonato”, comentou Alan. A próxima etapa da GT4 será em Interlagos, São Paulo, no dia 24 de junho.

Resultado da corrida dois em Curitiba
1º) Leonardo Burti/Valter Pinheiro – Lotus Evora GT4
2º) William Freire/Duda Oliveira – Ferrari Challenge
3º) Alan Hellmeister/Sérgio Laganá – Aston Martin Vantage
4º) João Gonçalves/Marçal Melo – Ginetta G50
5º) Leonardo Cordeiro/Vitor Genz – BMW M3 GT4
6º) Fábio Greco/Valter Rossete – Maserati Gran Turismo MC

Classificação do campeonato após quatro corridas
1 – Alan Hellmeister/Sérgio Laganá – Aston Martin Vantage – 66 pontos
2 – Fábio Greco/Valter Rossete – Maserati Gran Turismo MC – 49
3 – Leonardo Cordeiro – BMW M3 GT4 – 46
4 – William Starostik – BMW M3 GT4 – 35
5 – Leonardo Burti/Valter Pinheiro – Lotus Evora – 33
6 – William Freire/Duda Oliveira – Ferrari Challenge – 32
7 – Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves – BMW M3 GT4 – 17
8 – João Gonçalves/Marçal Melo – Ginetta G50 – 13
9 – Vitor Genz – BMW M3 GT4 – 11

Desclassificação: O resultado final da corrida da GT4 no sábado foi alterado devido a declassificação do BMW M3 de Leo Cordeiro e Vitor Genz por não terem no tanque de gasolina os três litros necessários de combustível para análise posterior. Desta forma, a vitória ficou com Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, Fábio Greco e Valter Rossete em segundo de Maserati Gran Turismo MC e, fechando o pódio, William Freire e Duda Oliveira de Ferrari Challenge.

Tags: