Lucas Foresti completa sua primeira corrida em Mônaco

27 de maio de 2012

Terminou neste domingo (27) a primeira experiência do piloto Lucas Foresti com o tradicional e desafiador circuito de rua de Mônaco. Nas ruas de Monte Carlo o piloto disputou a segunda rodada da World Series by Renault e finalizou a prova única desta rodada na 17ª posição.

O final de semana de competição em Mônaco foi diferente do que o piloto encontrará no restante da temporada uma vez que foi realizado apenas um treino livre, a tomada de tempos e só uma corrida. Todas as demais etapas do Campeonato realizarão duas baterias.

Com o tempo em pista bastante reduzido Lucas aproveitou ao máximo o treino livre para conhecer o traçado e evoluir o acerto de seu equipamento. Junto à seus mecânicos e engenheiros da equipe Dams Foresti testou vários ajustes mecânicos e aerodinâmicos e ao final desta sessão, realizada na quinta-feira, o piloto finalizou com a 13ª posição.

Na manhã de sábado, então, Lucas seguiu para a tomada de tempos. Ainda em processo de aprendizado do carro e, principalmente do circuito, ele esteve bem mais confiante e conseguiu baixar quase quatro segundos em seu tempos registrando na classificação a marca de 1m24s000. Com isso ele ficou com o oitavo lugar em seu grupo de qualificação e garantiu o 16º lugar no grid de largada.

Apesar de acreditar que poderia ter sido melhor o brasileiro seguiu confiante em finalizar a corrida na zona de pontuação e partiu para a prova, disputada na manhã deste domingo. Após uma largada cautelosa Foresti encontrou já na primeira curva um acidente em que teve de achar um espaço entre os concorrentes e o guard-rail para não bater. Ele conseguiu e seguiu na disputa, mas, neste momento, um dos concorrentes tocou a asa dianteira de seu carro, quebrando o equipamento. O piloto continuou na pista e, como o traçado é muito travado, sua diferença para os demais concorrentes não estava tão grande e ele continuou na corrida. Três voltas mais tarde, porém, Lucas recebeu uma indicação para entrar nos boxes e trocar a peça. A equipe realizou a troca da asa, mas, quando voltou à pista Lucas já estava duas voltas atrás. Como a categoria não permite treinos no decorrer da temporada Foresti decidiu permanecer na pista e seguir até o final da prova, aproveitando o tempo para se adaptar cada vez mais ao equipamento.