Equipe Man/Volkswagem mantém liderança na Truck

3 de junho de 2012

Desde os treinos livres, os pilotos da Fórmula Truck alertavam: a corrida em Goiânia seria de resistência. A previsão ficou evidente hoje na quarta etapa do campeonato, disputada sob calor de 33 graus em Goiânia.

Fazendo uma corrida de resistência, Débora Rodrigues e Renato Martins se esforçaram para conquistar importantes pontos para a MAN Latin America, mantendo a liderança do time entre as marcas. Débora fez cinco pontos e Renato, quatro; com isso, a equipe foi a 134 pontos na tabela.

“Pelo histórico aqui em Goiânia, a gente sabia que seria uma corrida de resistência. Meu primeiro pódio na Truck foi aqui, em uma prova parecida com a de hoje, e sabia que tinha que me manter na pista de qualquer jeito. Forcei até o limite o caminhão, sobretudo motor e câmbio, e esta prova guerreira foi premiada com importantes pontos para a MAN Latin America”, diz a única mulher da categoria, que cruzou a linha de chegada na décima colocação. “Não fossem alguns incidentes no meio da corrida, hoje teria sido dia de pódio”, completou Débora.

Renato Martins também fez uma prova de persistência para chegar logo atrás de Débora, em 11o lugar, trazendo mais quatro pontos para o campeonato.

“Mesmo sem um ritmo forte no final, fiz questão de me manter na prova porque sabia que poucos pilotos chegariam na mesma volta do líder. Foi uma prova de raça e estes pontos que eu e a Débora marcamos em Goiânia poderão fazer muita diferença no final do ano para lutarmos pelo título de marcas, que é um dos grandes objetivos da MAN Latin America”, afirmou o piloto e chefe da equipe que corre com os caminhões Volkswagen Constellation.

No campeonato de pilotos, a equipe segue com dois pilotos bem posicionados. Mesmo sem marcar pontos hoje, André Marques é o terceiro na tabela, com 58 pontos, dois atrás do vice-líder. “Em São Paulo, vamos buscar a recuperação na tabela”, disse Marques, em discurso endossado por Adalberto Jardim, que também não fez pontos em Goiânia. “Espero manter o retrospecto de anos anteriores: em minha primeira corrida com Volkswagen, fiz a pole position em Interlagos”, lembrou Jardim.

Giaffone destacou o ritmo forte da primeira metade da prova em Goiânia. “Largando na primeira fila, sabia que poderia lutar pela vitória. Infelizmente não foi possível hoje, mas certamente mostramos evolução em nosso ritmo de prova”, completou o atual campeão brasileiro e sul-americano de Truck.

A próxima etapa da Fórmula Truck será em Interlagos, no dia 8 de julho.

Campeonato brasileiro de marcas (Fórmula Truck):

1. MAN Latin America (Volkswagen), 134
2. Iveco, 112
3. Mercedes-Benz, 110
4. Volvo, 94
5. Scania, 66
6. Ford, 10

Foto: Orlei Silva/Divulgação.

Tags: