Luir Miranda mostra satisfação com primeira corrida na categoria

3 de junho de 2012

A Copa Fiat iniciou sua temporada 2012 neste fim de semana no autódromo de Londrina, no Paraná. A rodada marcou, também, a estreia do piloto de Nova Iguaçu (RJ) Luir Miranda, atual vice-campeão da Fórmula Futuro, na competição.

Assim como os demais pilotos confirmados para a temporada de 2012 da categoria de base do Racing Festival, Luir foi pego de surpresa com o fim do torneio, anunciado há pouco mais de um mês. Levado a optar por um novo destino em sua carreira, ele decidiu migrar para os carros turismo e optou, com o apoio de seus patrocinadores (Fabrimar, Coral e C&C), pela Copa Fiat.

O carioca considerou positiva sua estreia na categoria. Um dos mais jovens pilotos do grid, Luir Miranda surpreendeu desde os treinos de sexta-feira em Londrina, quando fechou uma das sessões com o sexto melhor tempo. Ele considerou o Linea um carro totalmente diferente de tudo o que ele já tinha pilotado em sua carreira.

“O carro da Copa Fiat é completamente diferente do monoposto da Fórmula Futuro. Acho que a única semelhança é o fato de ambos terem quatro rodas, um volante e um câmbio”, brincou Luir. “Mas consegui me adaptar bem e aplicar meu estilo de pilotagem. Acho que tive uma ótima estreia e espero poder disputar o restante da temporada nesta nova categoria”, comentou.

No treino classificatório, Luir Miranda ficou com o 12º lugar no grid. Na primeira corrida deste domingo, ele abandonou ainda na terceira volta em virtude de uma quebra do cubo de roda. A vitória foi de Cacá Bueno.

“Mais importante que qualquer resultado, o grande saldo positivo deste fim de semana foi o aprendizado. Minha equipe também fez um ótimo trabalho, melhorando o carro a cada vez que entrei na pista. Infelizmente, tivemos um problema de quebra que fugiu ao nosso controle”, avaliou.

A organização da Copa Fiat anunciou na tarde deste domingo que as quebras do cubo de roda foram comuns aos carros de Luir Miranda, Fernando Nienkotter e Clemente Faria. Como a Metal Moro, empresa responsável pela fabricação das peças especiais de competição da categoria, não dispunha de estoque suficiente, a prova foi adiada para uma das próximas cinco rodadas duplas previstas no calendário – em nome do equilíbrio da competição.

Tags: