Hulkemberg diz que posição não reflete desempenho do carro

9 de junho de 2012

Nico Hulkenberg  acredita que pode ter um bom resultado na corrida, e disse que a classificação não refletiu o desempenho que o carro apresentava na pista.

“Eu não acho que a décima terceira posição reflete o ritmo que tínhamos no carro hoje. Andamos muito forte no Q1 e me senti muito feliz com o carro, especialmente após as mudanças que fizemos entre o último treino livre  e a qualificação. Mas eu tive algum azar no Q2, quando eu fui pego por uma bandeira amarela na minha volta mais rápida porque um Sauber saiu antes de mim, por sua vez oito e eu tive que abortar a volta. Se eu tivesse conseguido uma volta limpa, acho que provavelmente poderia ter feito Q3. Eu ainda sinto algo positivo para amanhã.  Sabemos que é possível ultrapassar aqui, então acho que podemos esperar uma corrida desafiadora e divertida. “

Para  Vijay Mallya, chefe da equipe e diretor administrativo, a equipe espera uma boa corrida e não afasta a possibilidade de pontuar com seus dois pilotos. “Nós viemos para o Canadá acreditando que tínhamos um carro que fosse capaz de se classificar entre os dez primeiros e nós demonstramos isso hoje. Se não fosse por algum azar por parte de Nico durante o Q2, estou convencido de que teríamos dois carros entre os 10. Claro, qualificação é apenas metade da batalha e a experiência do passado mostrou que o circuito  Gilles Vileneuve  é sempre uma pista desafiadora”, disse o dirigente da escuderia indiana.

Foto: Force India.

Tags: