Tony Kanaan enfrenta problemas no Texas

10 de junho de 2012

O GP do Texas foi como o esperado, eletrizante, onde além de experiência prevaleceu a constância. Tony Kanaan, que largou na 7ª posição, chegou a estar entre os três primeiros na fila, finalizou em 11º em Forth Worth.

Depois da largada, Tony estava em um ritmo constante até a primeira parada nos boxes, na volta de número 31, quando enfrentou seu primeiro dilema na corrida. Um problema com o macaco hidraúlico, que não funcionou, fazendo com que os mecânicos levantassem o carro manualmente, quebrando assim o bico e levando o brasileiro para mais uma parada nos boxes.

Tony voltou para a prova na 16ª posição, recuperando 4 na primeira relargada. O próximo pit stop seria então uma dúvida se funcionaria ou não o macaco, o mesmo funcionou com um bom desempenho da equipe.

O baiano então obteu um ritmo acelerado, fazendo sua terceira parada nos boxes em uma das entradas da bandeira amarela, retornando para a pista na 5ª posição. No último pit stop, o brasileiro pulou para a 3ª posição, porém na relargada Tony bateu o bico em Will Power quando o mesmo defendia de forma incorreta sua posição. O piloto da Penske foi punido com uma parada obrigatória nos boxes.

O brasileiro fez um pit stop extra para trocar o bico do carro novamente, brigando por posições até o final da prova.

Tony Kanaan

“Tenho que agradecer ao meu patrocinador Mouser, esta corrida era na casa deles e sinto muito não ter conseguido dar um resultado melhor para eles. Eu também quero agradecer a minha equipe, tivemos um problema no primeiro pit stop e eles conseguiram resolver e me mandar de volta para a pista. Will Power me bloqueio grandemente. Nós temos falado muito sobre segurança então isso não foi legal, por isso fui falar com ele após a corrida, então conversamos sobre o caso. Tive uma noite movimentada, foi uma pena o que aconteceu, tinha um carro muito bom e esperavámos mostrar uma boa corrida para os fãs.”

O brasileiro corre na próxima semana, dia 16, a oitava etapa da Fórmula Indy, o GP de Milwaukee.

GP do Texas:

1º. Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), 228 voltas
2º. Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 3s9202
3º. Ryan Briscoe (AUS/Penske-Chevrolet), a 5s8619
4º. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), a 10s4511
5º. J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), a 18s7749
6º. Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda) a 21s3883
7º. Hélio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet) a 1 volta
8º. Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), a 1 volta
9º. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda),a 1 volta
10º. James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda), a 1 volta
11º. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 1 volta
12º. Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet), a 1 volta
13º. Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda),a 2 voltas
14º. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda) a 3 voltas
15º. Katherine Legge (ING/Dragon-Chevrolet), a 4 voltas
16º. Mike Conway (ING/A. J. Foyt-Honda), a 4 voltas
17º. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 6 voltas

Texto:Anderson Marsili.

Foto: LAT/ IndyCar

Tags: