Álvaro Parente abandona na Eslováquia

12 de junho de 2012

Álvaro Parente faz mais uma vez a volta mais rápida, mas não consegue evitar o abandono na Corrida de Campeonato da etapa da Eslováquia devido a um radiador furado. No domingo o McLaren MP4-12C número 2 da Hexis Racing arranca da última posição através das mãos de Grégoire Demoustier, tornando para o piloto português uma prova difícil.

No entanto, assim que o jovem do Porto se senta ao volante do carro de Woking, se torna o piloto mais rápido na pista, tentando recuperar o maior número de posições possível, mas acaba encontrando uma pedra, prejudicando seu radiador. “Sabíamos que teríamos hoje um desafio difícil, dado que arrancávamos do último lugar. Tentei dar o máximo e o McLaren estava competitivo, o que me permitiu assinar a volta mais rápida da corrida, mas uma pedra furou o radiador e fui obrigado a abandonar”, afirma desapontado o piloto oficial da McLaren GT.

O fim de semana na Eslováquia acaba não sendo positivo para o português, muito embora tenha mostrado rapidez sempre na pista, olhando para a etapa do Algarve do Campeonato do Mundo FIA GT1, que se realiza entre 6 e 8 de Julho. “A nossa passagem pelo Slovakia Ring não foi muito positiva, mas mostrámos que o McLaren MP4-12C é competitivo e que a Hexis Racing é uma equipe muito eficaz. Agora estou já ansioso pela corrida de Portugal, onde conto com o apoio dos meus conterrâneos e onde espero poder oferecer-lhes um bom conjunto de resultados”, sublinha Álvaro Parente.

Foto: Divulgação

Tags: