Alexandre vence e encerra domínio da dupla Minho e Stênio na Spirit

17 de junho de 2012

Estar no lugar certo na hora certa. Foi desta maneira que Alexandre Roncy conseguiu sua primeira vitória do ano na Spirit “A”.

Na primeira bateria (pela manhã) Alexandre se manteve sempre na terceira posição atacando Tibúrcio Frota, que teve muito trabalho para segurar o oponente. Com isso, Stênio Pimentel, que comandava o Spirit 32 na etapa matutina, abriu vantagem e terminou a bateria em primeiro

Na segunda bateria a cena se repetiu e desta vez Alexandre decidira por ser mais agressivo na pista e foi bem mais atirado ao ataque. A cada volta o carro vermelho número três crescia no retrovisor de Tibúrcio, enquanto Minho Pimentel ia abrindo vantagem.

Mas a sorte começou a sorrir para Roncy quando Minho abandonou a corrida. Foi a senha para novos e mais fortes ataques em cima de Tibúrcio. Faltando seis voltas para o final, um problema na roda traseira fez com que Tibúrcio parasse o Spirit 44. Desolado, o piloto lamentou a pane e teve de assistir a vitória de seu oponente.

Alexandre Roncy, que muito fez por merecer a liderança, enfim estava no primeiro posto e cruzou a linha de chagada tendo atrás dele o estreante Marcus Vinícius, o Kinho.

“Sei que fui beneficiado pelo abandono de Minho e Tibúrcio Frota, mas em corrida é preciso estar no lugar certo na hora certa para conseguir subir no lugar mais alto do pódio”, disse Alexandre.

Foto: Robério Lessa