Rally 1000 Milhas Brasileiras chega à metade da prova

23 de junho de 2012

Completado mais da metade do percurso do II Rally Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, a prova de elite do antigomobilismo nacional que segue neste sábado (23) para Campos do Jordão (SP) para o penúltimo dia de competições. O evento termina no domingo, com chegada prevista a partir das 13h30 no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

No segundo dia de disputas (22) os 50 carros históricos largaram de Angra dos Reis (RJ) e depois de 504 kms e 11h30 de prova chegaram em Caxambu, no Circuito de Águas de Minas Gerais. Em dois dias foram totalizados 1.367 kms dos 1.619 kms previstos para os quatro dias.

“O segundo dia, apesar de mais longo, foi mais tranquilo. Começamos com garoa, passamos por frio de cinco graus centígrados na serra e chegamos em Caxambu com sol e calor. Os carros que tiveram problema mecânico foram consertados e continuaram no rally. Até agora é um sucesso”, comenta Luis Cezar Ramos Pereira, presidente do MG Club do Brasil, promotor e organizador da prova.

No primeiro dia da competição a vitória ficou com a dupla mista carioca Gilbert Landsberg/Maria Landsberg, com Jaguar MK2, seguidos dos portugueses José Romão de Souza/Milu Romão, com Volvo Amazon. Vencedores no ano passado, os gaúchos Rogério Franz/Mário Nardi, com Triumph TR4 estão na quinta posição. Entre os ex-pilotos de Fórmula 1, Roberto Pupo Moreno e sua filha, com Alfa Romeo GTV 2000 estão no 22º posto, enquanto que Nelson Piquet e sua esposa Viviane estão na 41ª posição com seu Jaguar E-Type.

A dupla mais jovem da competição aproveitou para festejar o Dia Mundial do Fusca durante o rally. “Este besourinho é valente. Bateu na chave ele vai embora. Todo o mundo sorri ao vê-lo e aproveitam para fotografá-lo. É o momento fama dele no meio de tanta raridade que está competindo aqui”, comemora Pedro da Silva Prado, navegador do VW Fusca 1973.

Tags: