Fernando Alonso fica com a pole no GP da Inglaterra

7 de julho de 2012

A pole position para o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula Um, a nona etapa da competição, ficou com o piloto espanhol Fernando Alonso após marcar o melhor tempo  no treino classificatório disputado na tarde (horário local) deste sábado (07), no autódromo de Silverstone.

Havia 31 corridas que a Ferrari não conquistava uma pole-position.

Com Alonso em primeiro, a fila inicial se completa com Mark Webber, em segundo. Na terceira posição do gris ficou Michael Schumacher. Felipe Massa larga em quinto e Bruno Senna em décimo sétimo.

Depois de um treino livre disputado com pista seca, a chuva voltou a deixar a pista escorregadia, dificultando a vida dos pilotos, sobretudo na parte inicial da sessão quando os pilotos procuraram entrar na pista para fazer tempos mais baixos caso a precipitação aumentasse de intensidade.

Nesta primeira fase (Q1), o grande prejudicado foi Jenson Button, da McLaren, que não conseguiu ficar entre os 17 mais rápidos para disputar a segunda fase (Q2) do treino. O piloto britânico fazia uma boa volta e teve de tirar o pé do acelerador por conta de uma bandeira amarela provocada pela rodada de um carro da Marussia na última curva e ficando atravessado antes da linha de chegada. “Tenho certeza que estaria no Q2, mas fui atrapalhado pela bandeira amarela. É muito difícil pilotar nessas condições”, disse o campeão de 2009.

No Q2 a chuva aumentou de intensidade e o primeiro piloto a sentir a dificuldade da pista foi o alemão Michael Schumacher, que rodou e saiu da pista. Fernando Alonso também rodou, mas, por pouco não estampou sua Ferrari no muro, livrando de um acidente mais grave.

Alonso e Massa saíram para a pista com os pneus para chuva intermediária, em mais um erro de estratégia da Ferrari, ao mandar seus pilotos com esse tipo de composto enquanto a chuva deixava até a reta principal com uma lâmina de água.

Nestas condições a direção da prova interrompeu o Q2 faltando seis minutos e 19 segundos para encerramento da sessão.

O diretor da prova, Charlie Whiting, decidira esperar 92 minutos para o retorno do Q2 após o trabalho dos comissários da prova, que usaram rodos e vassouras, além de um caminhão de apoio, para  escoar a água acumulada no asfalto. Com isso, os pilotos saíram dos boxes na tentativa de melhorar o tempo e garantir um lugar na parte final da classificação (Q3).

Quem ficou de fora da etapa decisiva foram Sérgio Perez, Paul di Resta, Kamui Kobyashi , Nico Rosberg, Bruno Senna, e Jean-Eric Vergne. Perez foi quem mais lamentou, pois fora ele o piloto a ficar na primeira posição no Q2 e torceu muito para o encerramento do treino naquele momento.

A previsão do tempo para o domingo (08), é de tempo nublado com possibilidade de chuva ao longo do dia, inclusive no horário da prova.

Confira o grid de largada:

1) Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1:51.746
2) Mark Webber (AUS/Red Bull), 1:51.793
3) Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP), 1:52.020
4) Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1:52.199
5) Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1:53.065
6) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), 1:53.290
7) Pastor Maldonado (VEN/Williams), 1:53.539
8) Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1:53.543
9) Romain Grosjean (FRA/Lotus), s/tempo
10) Paul di Resta (ESC/Force India), [Q2] 1:57.009
11) Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP), [Q2] 1:57.108
12) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), [Q2] 1:57.132
13) Bruno Senna (BRA/Williams), [Q2] 1:57.426
14) Nico Hulkenberg (ALE/Force India), 1:54.382 * Punido com perda de posições.
15) Sergio Perez (MEX/Sauber), [Q2] 1:57.895
16) Jenson Button (ING/McLaren), [Q1] 1:48.044
17) Vitaly Petrov (RUS/Caterham), [Q1] 1:49.027
18) Heikki Kovalainen (FIN/Caterham), [Q1] 1:49.477
19) Timo Glock (ALE/Marussia), [Q1] 1:51.618
20) Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), [Q2] 1:57.719 – Punido com perda de posições.
21) Pedro de la Rosa (ESP/HRT), [Q1] 1:52.742
22) Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), [Q2] 1:57.071  – Punido com perda de posições.
23) Narain Karthikeyan (IND/HRT), [Q1] 1:53.040 – Punido com perda de posições.
24) Charles Pic (FRA/Marussia), [Q1] 1:54.143 – Punido com perda de posições.

Na classificação do Mundial de Pilotos o espanhol Fernando Alonso lidera com 111 pontos, 20 a mais que o segundo colocado, o australiano Mark. Webber, com 91 pontos. O espanhol marcou pontos nas oito etapas disputadas até agora e há 20 corridas ele consegue pontuar. Em terceiro na corrida pelo título está Lewis Hamilton, com 88 pontos; e Sebastian Vettel, em quarto com 85 pontos.

Confira a classificação dos pilotos:
1. Alonso 111 pontos
2. Webber 91 pontos
3. Hamilton 88 pontos
4. Vettel 85 pontos
5. Rosberg 75 pontos
6. Raikkonen 73 pontos
7. Grosjean 53 pontos
8. Button 49 pontos
9. Perez 39 pontos
10. Maldonado 30 pontos
11. Di Resta 27 pontos
12. Kobayashi 21 pontos
13. Hulkenberg 17 pontos
14. Schumacher 17 pontos
15. Senna 15 pontos
16. Massa 11 pontos
17. Vergne 4 pontos
18. Ricciardo 2 pontos.

O GP da Inglaterra, que será disputado neste domingo (08), em Silverstone, tem largada prevista para às 9 horas (horário de Brasília).

Fotos: F1.com

Tags: