Tuka Rocha diz que tem “sensação diferente” em voltar à Jacarepaguá

12 de julho de 2012

A Stock Car disputa neste domingo, no Rio de Janeiro, a sexta etapa do campeonato, marcando o retorno de Tuka Rocha ao autódromo de Jacarepaguá, onde no ano passado o piloto protagonizou uma das cenas mais impressionantes da história da categoria.

Em 2011, o então estreante na categoria teve que saltar de seu carro em chamas para escapar do fogo ainda no início da prova carioca. Ao pular de seu Stock Car em movimento, a mais de 60 km/h, Tuka ( BMC Racing ) sofreu alguns ferimentos, precisando ficar dois dias internados no Hospital. O episódio foi encarado pelo piloto e familiares como um verdadeiro renascimento e, por isso, a volta ao circuito de Jacarepaguá neste ano será marcante para o paulista.

“Evito ficar pensando muito nisso, mas é claro que a volta a este autódromo trará uma sensação diferente. Tudo o que se passou na corrida de 2011 me marcou muito e fico feliz que pude superar tudo sem traumas, conseguindo meus melhores resultados na Stock justamente depois do acidente no Rio”, diz Tuka.

De fato, o piloto da BMC Racing iniciou uma importante reação no campeonato depois da etapa em Jacarepaguá. Sem marcar pontos na primeira metade do ano, Tuka somou 23 na segunda metade, incluindo um quinto lugar nas ruas de Salvador. Com isso, conseguiu terminar o ano como o melhor estreante do ano, sendo premiado em cerimônia oficial da Stock Car no final da temporada 2011.

“Da mesma maneira que isso ocorreu no ano passado, espero que esta prova do Rio também marque nossa reação na tabela. Os pontos que temos não condizem nem um pouco com nosso ritmo, porque acabamos ficando no zero em corridas com grande potencial de top-5, como Velopark e Ribeirão Preto”, diz Tuka.

Como praticamente não correu na etapa do ano passado, o piloto da BMC Racing irá utilizar os treinos livres desta sexta-feira para conhecer bastante o circuito carioca. “Andei muito pouco em Jacarepaguá, onde estreei de Stock Car no ano passado, mas praticamente não corri”, diz.

Texto: RF1

Foto: Miguel Costa Jr./RF1.

Tags: