Mais um desafio para Bruno Senna

25 de julho de 2012

A pista de Hungaroring tem a segunda menor velocidade média do ano, depois de Mônaco. O elevado número de curvas (14) e a falta de retas significa que uma volta é completada com uma média horária de pouco mais de 180km/h.

As altas temperaturas ambientes, mais o elevado nível de sujeira na pista podem contribuir para um aquecimento do carro.

Nessas configurações que o piloto brasileiro Bruno Senna espera sair com um bom resultados no domingo (29). Depois de um acidente na largada do Grande Prêmio da Alemanha, disputado no último domingo (22), Bruno precisa de um resultado consistente para terminar bem a temporada e lutar pela sua permanência na Fórmula Um, já que seu contrato com a Williams se encerra no fim do ano de 2012.

“Hungaroring é uma das pistas mais desafiadoras de toda a temporada. Tecnicamente, é um teste real. É uma pista lenta, assim faz-me lembrar, em alguns aspectos, a s ruas de Mônaco. É também exigente fisicamente, pois a temperatura é alta e muitas vezes você tem que fazer um monte de trabalho atrás do volante assim pode se cansar rapidamente. Eu estou ansioso para este fim de semana”, disse Bruno Senna.

Foto: Williams – F1/Divulgação.

Tags: