Denis Navarro pontua em Curitiba mesmo com suspensão danificada

21 de outubro de 2012

Denis Navarro teve uma corrida bastante movimentada em Curitiba, décima etapa da Stock Car. O competidor da equipe Neo Química Vogel, que havia preparado uma tática pensando numa prova de recuperação, sofreu um toque logo na largada. Mesmo com problemas na suspensão, ele realizou ultrapassagens, saltando do vigésimo para a 14ª posição.

Esta foi a sétima prova em que o piloto terminou na zona de pontuação no ano. Ele agora é 13º colocado na tabela da Stock Car, com 71 pontos.

“Foi positivo conseguir avançar de nossa posição no grid. Poderia ter ido mais à frente, não fosse o toque que eu recebi logo na largada. Danificou a suspensão e impediu um resultado melhor”, declarou o dono do carro nº5.

Ele destacou que, no meio do pelotão, precisou adaptar os planos para sobreviver na pista e atacar quando possível. “Foi uma prova bem movimentada. Enquanto no bloco da frente houve poucas trocas de posição, na área em que eu estava eram ultrapassagens constantes e fico contente de ter subido algumas posições neste cenário”, acrescentou Denis.

O piloto volta a competir pela Stock Car no dia 11 de novembro, em Brasília. Antes disso porém, ele tem um compromisso pelo Copa Petrobras de Marcas. No próximo final de semana, defende a liderança da competição no autódromo gaúcho de Tarumã.

O resultado da prova:

1 – Átila Abreu – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – 29 voltas em 41min28s509 –
2 – Allam Khodair – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 2.663
3 – Daniel Serra – Red Bull Racing – Chevrolet – a 4.006
4 – Valdeno Brito – Shell Racing – Peugeot – a 5.988
5 – Cacá Bueno – Red Bull Racing – Chevrolet – a 10.828
6 – Nonô Figueiredo – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – a 11.980
7 – Antonio Pizzonia – Comprafacil Nascar JF – Peugeot – a 15.821
8 – Julio Campos – Carlos Alves Comp. – Peugeot – a 16.644
9 – Vitor Meira – Officer ProGP – Chevrolet – a 17.267
10 – Galid Osman – BMC Racing – Chevrolet – a 23.222
11 – Giuliano Losacco – Shell Racing – Peugeot – a 23.622
12 – Ricardo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 25.530
13 – Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet – a 25.847
14 – Denis Navarro – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 27.230
15 – Diego Nunes – Hot Car Competições – Chevrolet – a 27.411
16 – Luciano Burti – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 28.458
17 – David Muffato – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 29.724
18 – Eduardo Leite – Hot Car Competições – Chevrolet – a 34.941
19 – Xandinho Negrão – Medley Full Time – Peugeot – a 37.923
20 – Tuka Rocha – BMC Racing – Chevrolet – a 38.655
21 – Claudio Capparelli – Bassani Racing – Peugeot – a 44.816
22 – Rubens Barrichello – Medley Full Time – Peugeot – a 1 Volta
23 – Rodrigo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 3 Voltas

Não completaram:

25 – Pedro Boesel
26 – Lico Kaesemodel
27 – Duda Pamplona
28 – Fabio Carbone
29 – Thiago Camilo

Campeonato:

1 – Cacá Bueno – 147
2 – Daniel Serra – 135
3 – Átila Abreu – 134
4 – Ricardo Maurício – 129
5 – Valdeno Brito – 126
6 – Max Wilson – 116
7 – Thiago Camilo – 113
8 – Nonô Figueiredo – 112
9 – Allam Khodair – 112
10 – Julio Campos – 100
11 – Luciano Burti – 85
12 – Galid Osman – 72
13 – Denis Navarro – 71
14 – Antônio Pizzonia – 59
15 – Lico Kaesemodel – 57
16 – Marcos Gomes – 56
17 – Duda Pamplona – 56
18 – Diego Nunes – 52
19 – Ricardo Zonta – 44
20 – Ricardo Sperafico – 42
21 – Vitor Meira – 41
22 – David Muffato – 39
23 – Xandinho Negrão – 33
24 – Pedro Boesel – 31
25 – Rodrigo Sperafico – 30
26 – Felipe Maluhy – 28
27 – Giuliano Losacco – 26
28 – Popó Bueno – 24
29 – Tuka Rocha – 21
30 – Eduardo Leite – 20
31 – Alceu Feldmann – 9
32 – Patrick Gonçalves – 4
33 – Diego Freitas – 3
34 – Bruno Junqueira – 2

Fotos: Luca Bassani – RF1

Tags: