Galid Osman se destaca em Curitiba ao ganhar 17 posições e fica entre os 10 melhores

21 de outubro de 2012

Um dos destaques da décima etapa da Stock Car, disputada hoje, em Curitiba (PR), foi a revelação da temporada 2012 até aqui: o estreante Galid Osman. O jovem piloto da BMC Racing fez uma prova agressiva, conquistando 17 posições em relação a sua largada para chegar ao top-10. Foi a nona corrida em dez que o paulista marcou pontos, consolidando sua posição de melhor estreante da Stock neste ano.

“Desde o início tinha planejado uma largada agressiva, para partir para cima já na primeira volta. Consegui ganhar 12 posições já na primeira volta. Depois disso, consegui manter um ritmo forte de corrida para chegar no top-10. Fiquei muito contente com o resultado de hoje, que consolida bem minha posição como o melhor estreante e também perto de nomes bastante experientes na Stock”, diz Galid, que largou na 27ª colocação após enfrentar problemas com o ajuste de seu carro na classificação.

Agora com 72 pontos, o jovem piloto da BMC Racing ocupa a 12ª posição na tabela. “Foi minha nona corrida pontuando, revertendo um final de semana que começamos mal, porque só fiz um treino no seco. A expectativa para Brasília é melhor ainda, porque nas duas corridas que fiz na Copa Montana (categoria de acesso à Stock) venci”, diz Galid.


Para Tuka Rocha, a corrida de hoje era cheia de expectativa, largando na terceira fila, sua melhor posição no grid da Stock Car. “Logo na primeira curva, eu estava em quarto lugar e senti uma batida na parte de trás do carro. Fui vítima de uma largada imprudente de quem vinha atrás, foi uma pena”, diz Tuka.

Mesmo sem ter abandonado, o piloto da BMC Racing não pôde recuperar as posições na pista, conseguindo ao menos um ponto com a 20ª colocação. “Acabei caindo para último e ainda estava sem push-to-pass, então era muito complicado voltar ao pelotão dos primeiros. De qualquer maneira, fica de saldo positivo o ótimo desempenho em todos os treinos e na classificação”, diz Tuka.

A próxima e penúltima etapa da Stock Car será no dia 11 de novembro, em Brasília (DF).

O resultado da prova:

1 – Átila Abreu – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – 29 voltas em 41min28s509 –
2 – Allam Khodair – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 2.663
3 – Daniel Serra – Red Bull Racing – Chevrolet – a 4.006
4 – Valdeno Brito – Shell Racing – Peugeot – a 5.988
5 – Cacá Bueno – Red Bull Racing – Chevrolet – a 10.828
6 – Nonô Figueiredo – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – a 11.980
7 – Antonio Pizzonia – Comprafacil Nascar JF – Peugeot – a 15.821
8 – Julio Campos – Carlos Alves Comp. – Peugeot – a 16.644
9 – Vitor Meira – Officer ProGP – Chevrolet – a 17.267
10 – Galid Osman – BMC Racing – Chevrolet – a 23.222
11 – Giuliano Losacco – Shell Racing – Peugeot – a 23.622
12 – Ricardo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 25.530
13 – Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet – a 25.847
14 – Denis Navarro – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 27.230
15 – Diego Nunes – Hot Car Competições – Chevrolet – a 27.411
16 – Luciano Burti – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 28.458
17 – David Muffato – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 29.724
18 – Eduardo Leite – Hot Car Competições – Chevrolet – a 34.941
19 – Xandinho Negrão – Medley Full Time – Peugeot – a 37.923
20 – Tuka Rocha – BMC Racing – Chevrolet – a 38.655
21 – Claudio Capparelli – Bassani Racing – Peugeot – a 44.816
22 – Rubens Barrichello – Medley Full Time – Peugeot – a 1 Volta
23 – Rodrigo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 3 Voltas

Não completaram:

25 – Pedro Boesel
26 – Lico Kaesemodel
27 – Duda Pamplona
28 – Fabio Carbone
29 – Thiago Camilo

Campeonato:

1 – Cacá Bueno – 147
2 – Daniel Serra – 135
3 – Átila Abreu – 134
4 – Ricardo Maurício – 129
5 – Valdeno Brito – 126
6 – Max Wilson – 116
7 – Thiago Camilo – 113
8 – Nonô Figueiredo – 112
9 – Allam Khodair – 112
10 – Julio Campos – 100
11 – Luciano Burti – 85
12 – Galid Osman – 72
13 – Denis Navarro – 71
14 – Antônio Pizzonia – 59
15 – Lico Kaesemodel – 57
16 – Marcos Gomes – 56
17 – Duda Pamplona – 56
18 – Diego Nunes – 52
19 – Ricardo Zonta – 44
20 – Ricardo Sperafico – 42
21 – Vitor Meira – 41
22 – David Muffato – 39
23 – Xandinho Negrão – 33
24 – Pedro Boesel – 31
25 – Rodrigo Sperafico – 30
26 – Felipe Maluhy – 28
27 – Giuliano Losacco – 26
28 – Popó Bueno – 24
29 – Tuka Rocha – 21
30 – Eduardo Leite – 20
31 – Alceu Feldmann – 9
32 – Patrick Gonçalves – 4
33 – Diego Freitas – 3
34 – Bruno Junqueira – 2

Tags: