Vettel vence na Malásia

24 de março de 2013

Vettel 2013Por Robério Lessa – A segunda etapa do Campeonato Mundial de Fórmula Um, disputada neste domingo (24), na Malásia, teve como vencedor o piloto Sebastian Vettel, que protagonizou a mais empolgante disputa por posições na corrida malaia.

Em segundo ficou Mark Webber. Lewis Hamilton foi o terceiro; Nico Rosberg, o quarto; Felipe Massa, o quinto; Romain Grosjean, o sexto; Kimi Raikkonen, o sétimo; Nico Hulkemberg, o oitavo; Sergio Perez, o nono; e J. Vergne completando  os 10 primeiros colocados.

A corrida começou com a pista molhada por conta da chuva que caíra a poucos minutos da abertura dos boxes, assim, a direção de prova determinou o uso dos pneus para esta condição de pista todos os pilotos largaram com os compostos. Alguns setores do traçado, como a Curva Três, estavam com muita água, o que ocasionou a rodada de alguns carros durante a volta de instalação (quando os pilotos entram na pista antes da formação do grid de largada).

No grid uma alteração. Kimi Raikkonen foi punido com a perda de três posições por ter sido considerado culpado após manobra que bloqueou a Mercedes de Nico Rosberg durante o treino classificatório. De sétimo Kimi acabou largando em décimo, mas a posição de Rosberg permaneceu inalterada, em sexto.

A Corrida.

GP MalasiaNa largada Vettel manteve a ponta e Felipe Massa sofreu forte ataque de Alonso que o ultrapassou. A Vontade do espanhol em assumir a ponta levou-o a tocar na traseira do carro de Vettel, danificando a asa dianteira da Ferrari.  Insistindo em permanecer na pista, mesmo com o bico de seu carro arrastando no chão e levantando fagulhas, Alonso teve de abandonar a prova após a quebra total da peça danificada.

Vettel permaneceu na liderança e trazia com ele seu companheiro na Red Bull, o australiano Mark Webber, com Lewis Hamilton, em terceiro; Jenson Button, em quarto; Nico Rosberg, em quinto; e Felipe Massa em sexto.

Passadas as primeiras voltas com a pista molhada, mas sem chover, as equipes mantinham contato com os pilotos para decidir sobre o uso dos pneus slick (para pista seca). A Red Bull foi a primeira escuderia a decidir trocar os pneus de chuva e chamou Sebastian Vettel na sexta volta com os pneus para o seco. No entanto, o que se via na pista era a enorme dificuldade do tricampeão mundial em segurar o carro nos pontos mais molhados, e com isso, ele perdia posições.

Felipe Massa 2003 0001Quem também arriscou a troca foi a Ferrari, e Felipe Massa foi o segundo a cambiar os compostos. Na volta seguinte a maioria dos pilotos entrou nos boxes para a troca.

Um erro de Lewis Hamilton chamou a atenção de todos, quando o britânico parou com sua Mercedes no box da McLaren, sua antiga equipe, para surpresa dos mecânicos do time inglês que acenaram para ele sair dali rapidamente.

Nesse momento da corrida Mark Webber, o único piloto do pelotão da frente a usar o composto duro (a Pirelli levou os compostos médio e duro para a Malásia), liderava a prova.  Na vigésima volta ele parou nos boxes para a segunda troca.

Webber 2013Na vigésima sexta volta Sebastian Vettel se aproximou perigosamente de Webber e pressionava a equipe pelo rádio insistindo que o desempenho de Webber estava atrapalhando o seu enquanto o australiano permanecia á sua frente. A resposta da Red Bull foi para que ele tivesse paciência. A reclamação de Vettel acabou motivando Webber que tratou de acelerar e conseguiu se distanciar mais um pouco.

Enquanto isso, Felipe Massa não conseguia passar da sexta posição em uma corrida apagada, já que era esperado melhor desempenho do brasileiro após ter se classificado à frente de Fernando Alonso e também por ser o único piloto da Ferrari que permanecia na pista.

Na volta 32 Webber foi para sua terceira parada e cedeu a liderança para Vettel, voltando em segundo. Na volta seguinte Vettel parou para a troca e voltou atrás de Webber e Hamilton, com Nico Rosberg à sua caça.

Com as posições reordenadas, a liderança momentânea estava com Jenson Button, que havia parado apenas duas vezes e era fortemente atacado por Mark Webber. Na batalha pela ponta Webber acabou levando a melhor.

Kimi Raikkonen 2013 (2)Nos boxes, Nico Hulkemberg e Kimi Raikkonen ficaram lado a lado após a troca de pneus. Os dois entraram na pista brigando pela posição, dividiram a primeira curva com Hulkemberg levando a melhor.

Após liderar a corrida, Jenson Button parou para sua terceira troca, mas teve de parar dentro dos boxes após constatar que não fora apertada a roda dianteira direita de sua McLaren, fazendo com que ele caísse para a décima quarta posição.

Na corrida Kimi buscava tomar o oitavo posto de Hulkemberg enquanto os dois se tocavam na disputa pela posição. Mais á frente, Vettel superava Hamilton e assumia a segunda posição.

Na volta 43 Vettel parou para a quarta parada. Na volta anterior, Hamilton já havia efetuado a troca de pneus. Enquanto isso, Webber mantinha a ponta e virava a volta mais rápida da prova até aquele momento. Na volta 44 foi a vez do australiano que ainda retornou à frente de Vettel. Os dois dividiram a primeira curva em uma briga franca pela primeira posição.Nico Rosberg 2013 (7)

Semelhante à batalha das Red Bull, as Mercedes de Rosberg e Hamilton travavam outro duelo caseiro, mas este pela terceira posição, com vantagem para o inglês que deu o troco em cima do alemão, mantendo o terceiro posto.

Mas a briga dos carros do touro vermelho chamou mais atenção. Vettel arriscou ao máximo no final da reta quando encontrou um mínimo espaço entre o carro de Webber e o muro. O carro do alemão passou “raspando” o concreto e a poucos centímetros do de seu companheiro. A determinação de Vettel acabou rendendo-lhe a ponta da corrida, enquanto os integrantes da equipe assistiam a batalha apreensivos.

Vettel 2013 005Na disputa dos dois pilotos a Red Bull mudou sua postura de não interferir na briga entre seus pilotos a ponto do chefe de equipe, Christian Horner ter pedido calma para Vettel que ignorou as palavras do seu superior. Depois da prova Vettel disse estar arrependido e disse que, se pudesse não tereia feito o que fez.

Apagado na corrida, Felipe Massa, após a sua quarta parada, conseguiu superar Sergio Perez e Romain Grosjean. Perez parou para a quarta troca de pneus e virou a melhor volta da corrida com a marca de 1min.30.199s.

Na Mercedes, Ross Brawn pedia para Nico Rosberg não brigar com Lewis Hamilton nas últimas voltas. Assim, o britânico conseguiu seu primeiro pódio pela equipe alemã.

Na liderança, Vettel cruzou a linha de chegada confirmando sua vitória. Em segundo ficou Mark Webber. Lewis Hamilton foi o terceiro; Nico Rosberg, o quarto; Felipe Massa, o quinto; Romain Grosjean, o sexto; Kimi Raikkonen, o sétimo; Nico Hulkemberg, o oitavo; Sergio Perez, o nono; e J. Vergne completando  os 10 primeiros colocados.

163375697KR00071_F1_Grand_PNa antessala do pódio o clima entre os dois pilotos da Red Bull não era dos melhores. A cara amarrada de Webber mostrava o descontentamento do alemão. No semblante de Vettel, a seriedade, mesmo após a conquista, tomou conta de sua expressão facial, principalmente após ver o projetista Adrian Newey sério e sem expressar contentamento com a conquista de seu piloto. Na comemoração do pódio ficou evidente o clima pesado entre os pilotos, quando Webber se afastou do vencedor da corrida, comemorando sozinho e timidamente a segunda colocação. Vettel ensaiou um entusiasmo ao lado de Lewis Hamilton, que inaugurava o pódio pela Mercedes.

A próxima etapa da Fórmula Um acontece no dia  14 de abril, com a realização do Grande Prêmio da China.

Confira o resultado final  do GP da Malásia:

1. Vettel Red Bull-Renault
2. Webber Red Bull-Renault a 4.298s
3. Hamilton Mercedes a 12.1s
4. Rosberg Mercedes a 12.640s
5. Massa Ferrari a 25.6s
6. Grosjean Lotus-Renault a 35.5s
7. Raikkonen Lotus-Renault a 48.4s
8. Hulkenberg Sauber-Ferrari a 53.0s
9. Perez McLaren-Mercedes a 1m12.3s
10. Vergne Toro Rosso-Ferrari a 1m27.1s
11. Bottas Williams-Renault a 1m28.6s
12. Gutierrez Sauber-Ferrari a 1 volta
13. Bianchi Marussia-Cosworth a 1 volta
14. Pic Caterham-Renault a 1 volta
15. van der Garde Caterham-Renault a 1 volta
16. Chilton Marussia-Cosworth a 2 voltas

Não completaram a prova:

17. Button  – McLaren-Mercedes
18. Ricciardo  – Toro Rosso-Ferrari
19. Maldonado – Williams-Renault
20. Sutil Force – India-Mercedes
21. Di Resta – Force India-Mercedes
22. Alonso  -Ferrari

A classificação do Campeonato Mundial de Fórmula Um, após duas etapas é a seguinte:Pilotos

1. Vettel 40 pontos
2. Raikkonen 31 pontos
3. Webber 26 pontos
4. Hamilton 25 pontos
5. Massa 22 pontos
6. Alonso 18 pontos
7. Rosberg 12 pontos
8. Grosjean 9 pontos
9. Sutil 6 pontos
10. Di Resta 4 pontos
11. Hulkenberg 4 pontos
12. Button 2 pontos
13. Perez 2 pontos
14. Vergne 1 ponto

Construtores

1. Red Bull-Renault 66 pontos
2. Lotus-Renault 40 pontos
3. Ferrari 40 pontos
4. Mercedes 37 pontos
5. Force India-Mercedes 10 pontos
6. McLaren-Mercedes 4 pontos
7. Sauber-Ferrari 4 pontos
8. Toro Rosso-Ferrari 1 ponto

Fotos: Red Bul Racing/Scuderia Ferrari/Mercedes GP/Lotus GP – Divulgação.

Tags: