Serrinha conquista sexto pódio no ano

20 de outubro de 2013

206159_356561__1019_caca_0008Prudente. Este é o melhor adjetivo para descrever as corridas de Daniel Serra e Cacá Bueno neste domingo (20), em Curitiba (PR), palco da décima etapa da temporada 2013 da Stock Car. Serrinha chegou a liderar boa parte da corrida, viu de perto a chance de conquistar a quarta vitória em 2013, mas, com uma estratégia mais cautelosa, recebeu a bandeira quadriculada em terceiro lugar, subindo ao pódio pela sexta vez no ano, duas posições à frente do pentacampeão.

O piloto do carro nº 29, que chegou ao Paraná com dez pontos de vantagem para Cacá, vai para as duas últimas etapas com uma margem de 11 pontos para Thiago Camilo, segundo colocado neste domingo e novo vice-líder do campeonato. Mesmo com duas corridas para o fim, ainda são 72 pontos em jogo, já que a última prova tem pontuação dobrada.

206159_356548__1019_serra_0010

Logo na largada, Serrinha pulou de terceiro para o segundo lugar, ao superar Ricardo Maurício, que disputou a freada do ‘S de Baixa’ com Cacá e Thiago Camilo e caiu para oitavo lugar. Camilo, por sua vez, pulou de quinto para terceiro, enquanto o pentacampeão manteve sua posição de largada. Ao fim da primeira volta, Daniel usou seu primeiro push to pass para ultrapassar Átlia Abreu, que largara na pole, e assumir a ponta da corrida.

Sem arriscar durante a prova realizada debaixo de forte calor, os dois pilotos da Red Bull Racing optaram por trocar o pneu traseiro esquerdo em suas paradas de box. Serrinha aproveitou que tinha pista livre e forçou durante as primeiras 18 voltas, abrindo uma diferença de mais de dois segundos para Átila até o momento de seu pit stop. Cacá, por sua vez, mantinha-se em quarto, com um ritmo constante.

206159_356563__1019_serra_0004

Na 18ª volta, o carro nº 29 entrou nos boxes para sua parada, enquanto o pentacampeão parou na passagem seguinte. Após todos os pit stops, Serrinha estava em quarto e Cacá em sexto. Os dois foram beneficiados pelo estouro de pneu de Julio Campos, que ocupava a terceira colocação naquele momento, para conquistarem a posição que terminariam a corrida.

Nas voltas finais, no entanto, o pentacampeão, Ricardo Maurício e Serrinha travaram uma intensa batalha pelo terceiro lugar. Melhor para o líder da temporada, que manteve a posição e aumentou a vantagem na ponta da tabela. A 11ª e penúltima etapa da Stock Car acontece dia 10 de novembro, em Brasília (DF).

206159_356559__1019_caca_0002

“Foi um bom resultado. Claro que cheguei a ter aquele gostinho de ‘vou vencer mais uma’, mas no geral foi positivo. Saio daqui com 11 pontos de vantagem para o segundo, um a mais do que tinha quando cheguei e com uma corrida a menos para acontecer. Ainda não tem nada decidido, mas é sempre bom aumentar a vantagem. O carro era muito bom na primeira parte da prova e forcei bastante, pois sabia que ia trocar o pneu, então precisava abrir uma margem boa para a parada. Depois do pit o carro voltou bom, mas com três ou quatro voltas vi que não ia chegar no Átila (Abreu, primeiro colocado) e no Thiago (Camilo, segundo), que tinha uma diferença boa para o Ricardinho (Maurício) e o Cacá (Bueno) e comecei a administrar. Agora é pensar em Brasília, que foi uma pista em que andamos bem e podemos conquistar mais um bom resultado”, disse Serrinha.

FOTOS: Bruno Terena / Red Bull Racing

Tags: