André Negrão busca evolução no grid em Hockenheim

17 de julho de 2014

228284_418894__sbl5519

Em busca dos primeiros pontos em sua temporada de estreia na Fórmula GP2, o paulista André Negrão estabeleceu como meta inicial no GP da Alemanha colocar o carro da Arden nas primeiras filas em Hockenheim, palco da 11ª e 12ª etapas do calendário neste fim de semana. A sessão classificatória da abertura da rodada dupla está marcada para amanhã e o piloto sabe da importância de conquistar uma boa posição de largada. “Esse é o nosso alvo. Embora o circuito até tenha pontos de ultrapassagem, tudo fica mais difícil e arriscado quando se sai a partir do meio do pelotão”, justifica.

A equipe inglesa – controlada por Christian Horner, diretor geral da Red Bull na Fórmula 1 – espera apagar a má impressão deixada há duas semanas no GP da Áustria, onde Negrão e seu companheiro, o suíço René Binder, sofreram com o acerto errado e o pior desempenho até agora no qualifying – saíram, respectivamente, em 23º e 25º. Além disso, só de volta à sede na Inglaterra é que os técnicos descobriram um problema no diferencial do carro do brasileiro que comprometeu o rendimento nas duas provas.

228284_418895__g7c1231Nesta quinta, Negrão fez o reconhecimento de pista, acompanhado pelos engenheiros da Arden. Com experiência no circuito alemão de seus tempos na Fórmula Renault 3.5, o piloto de 22 anos mostrou preocupação com o forte calor na região em meio ao verão no hemisfério norte. “Hoje a temperatura chegou aos 32 graus e a previsão para amanhã é de tempo ainda mais quente, podendo alcançar os 36. E a expectativa é que fique assim durante todos os próximos dias”, disse.

Com isso, os pneus deverão ser submetidos a um teste rigoroso. A Pirelli oferecerá as versões de compostos macio e médio. “Nosso carro vai melhor com o mais mole, mas também não é ruim com os duros”, acrescentou Negrão. Além dos pneus, os freios costumam ser bastante exigidos e o acerto dos carros também deve priorizar a tração necessária na saída das diversas curvas de baixa velocidade do traçado. O britânico Jolyon Palmer lidera a classificação com 143 pontos, 38 à frente do brasiliense Felipe Nasr, o segundo colocado.