Problema no acelerador prejudica Michelle de Jesus

20 de julho de 2014

FT4A meta de terminar mais uma prova da Fórmula Truck foi alcançada por Michelle de Jesus. Mas o resultado poderia ter sido melhor, não fosse um problema mecânico que a paulista enfrentou na parte final da corrida disputada neste domingo (20), em Cascavel (PR). Quando ocupava o 12º lugar, o Volvo N° 33 apresentou problemas no pedal do acelerador e ela foi obrigada a parar.

Depois de voltar no final do pelotão, Michelle ainda conseguiu cruzar a linha de chegada na 16ª posição, na corrida vencida pelo paranaense Leandro Totti (Volkswagen). Punições aplicadas após a bandeirada, colocaram a piloto na zona de pontos pela segunda prova consecutiva.

O resultado foi comemorado, mas, segundo ela, poderia ter sido ainda melhor. “Eu estava me preparando para fazer o ‘bacião’, que é a curva mais rápida do traçado, quando o acelerador travou no fundo. Por pouco, não fui para fora da pista”, lembra. Depois do susto, ela brincou: “o ‘Baby Truck’ foi bonzinho comigo. Obedeceu aos meus comandos e consegui controla-lo a tempo”.

Ela revelou ainda que o caminhão estava competitivo durante todas as voltas e não fosse o problema, tinha boas chances de chegar entre os dez primeiros. “Pelo desempenho, poderia até chegar no Top 10. Mas agora é levantar a cabeça, continuar trabalhando para que eu esteja cada vez mais adaptada à categoria”, argumentou.

FT3A estreante já começa a pensar na próxima etapa, marcada para 17 de agosto, em Santa Cruz do Sul (RS). Até lá, Michelle prosseguirá com o programa rígido de treinos físicos e de kart que segue desde o início da temporada.

Fotos: Rodrigo Ruiz